30/01/2020 às 10h03min - Atualizada em 30/01/2020 às 10h03min

Norte e Noroeste: Base da Marinha realiza ações após cheias de rios

Aeronaves, máquinas e equipamentos e dois navios são utilizadas nas ações

Redação
Fotos: Ravy Azevedo/Inter TV
Nessa quarta-feira (29), uma base de operações foi montada pela Marinha do Brasil no aeroporto de Itaperuna visando à colaboração nas dez cidades atingidas pelas cheias de quatro rios nas regiões Norte e Noroeste do Estado, os rios Carangola, Itabapoana, Pomba e Muriaé. Uma pessoa morreu em Itaperuna, e outra em Porciúncula, e já são oito destas cidades as que decretaram situação de emergência.

Ao todo são 230 fuzileiros navais na ação determinada pelo Ministério da Defesa, que ocorre com o auxílio de aeronaves para distribuição de mantimentos e água potável, e máquinas e equipamentos para abertura de estradas. Além de duas embarcações fundeadas no litoral Norte do Estado, sendo uma delas hospitalar com 49 leitos e capacidade para operar até três aeronaves.

No momento na região Noroeste do Estado os esforços são concentrados para auxílio pós cheia, e o maior risco é de contaminação de doenças, onde R$ 3 milhões dos R$ 23 milhões disponibilizados pelo governo do Estado serão utilizados em ações na área de saúde.

Norte do Estado

Já na região Norte uma casa às margens do rio Muriaé desabou em Cardoso Moreira e a tensão ainda é grande na localidade de Três Vendas em Campos dos Goytacazes, onde um dique já se rompeu, e outro ameaça se romper a qualquer momento.

Ações da Defesa Civil e da Prefeitura de Campos são realizadas para tentar impedir que isto acorra, e até o momento 38 família já foram retiradas pela Prefeitura.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp