15/02/2023 às 09h43min - Atualizada em 05/03/2023 às 00h04min

Profissão copywriter: 7 técnicas que vão fazer você vender qualquer produto

SALA DA NOTÍCIA Victor
 

Copywriting é a arte de criar textos atraentes projetados para envolver os leitores, gerar interesse na compra de um produto ou serviço e aumentar as conversões nas vendas da empresa, e quem elabora esses textos é um profissional chamado de copywriter

 

As técnicas de copywriting consistem em um processo de escrita persuasiva voltada para vendas, publicidade, anúncios e qualquer estratégia de mercadologia digital. O objetivo é persuadir alguém ou um consumidor sobre algo ou uma ação.

 

O termo em inglês está cada vez mais no radar do marketing digital brasileiro e já é bastante explorado fora do nosso país, principalmente nos Estados Unidos.

O que é um copywriter?

Um copywriter, nome dado à pessoa responsável por escrever a copy, pode criar frases curtas para postar em mídias sociais, como Instagram e Facebook, ou frases de destaque para anúncios.

 

Com o avanço da internet e a expansão das estratégias de marketing digital, como o Inbound e o marketing de conteúdo, o termo se popularizou entre os profissionais da área.

 

Embora o copywriting seja uma estratégia de vendas de marketing digital, usa-se essa técnica para levar o usuário a uma ação que nem sempre é uma aquisição.

 

Nesse caso, a técnica de copywriting é utilizada para conduzir o público passo a passo pelo funil de vendas, levando o usuário a dar os passos necessários para chegar à etapa final. 

 

Em outras palavras, enquanto o conteúdo e as estratégias de entrada atraem novos leads, o copywriting é responsável por colocar esses leads em ação.

 

Dessa forma, a copy acaba se tornando a opção mais indicada para estratégias de atração como o Inbound Marketing, onde o processo é longo e exige mais persuasão do consumidor enquanto escrever copy publicitário continua sendo algo que é feito para vendas diretas.

 

Para iniciar uma estratégia de copywriting é necessário estudar e definir a persona da empresa. 

 

A persona nada mais é que uma representação do seu cliente ideal. Essa é a personificação do público-alvo de sua empresa. É comum que uma empresa, por exemplo, de locação de impressoras, já tenha mapeado as personas quando iniciou sua estratégia de marketing digital. 

 

É fundamental saber como a persona se comunica, que termos ela costuma usar, em quais redes sociais ela está e quais assuntos a interessam. Se tiver várias personas, estude cada um separadamente para ver se há diferenças na comunicação.

 

Por exemplo, uma gráfica que seja responsável pela impressão de calendário, pode ser a “persona” de uma empresa que oferece um serviço de locação de impressoras.

No geral, a produção é bastante convincente e ele foca em converter quem lê o material. Na prática esse profissional escreve para:

  • Campanhas online;
  • E-mail marketing;
  • Website;
  • Entre outros.

O foco da entrega está na conversão rápida do leitor. No marketing digital é comum encontrar profissionais de redação que focam em diferentes canais.

O redator de artigos para blogs, por exemplo, deve utilizar técnicas de SEO em suas redações para ranquear os artigos nos buscadores. Por exemplo, a redação profissional para redes sociais pode focar na interação.

Em alguns casos, o copywriting e a escrita digital se complementam e utilizam mecanismos semelhantes para alcançar resultados.

Mas, é fundamental dizer que o redator tenta persuadir o leitor a realizar uma ação desejada pelo negócio e por isso seu trabalho é diferente de outros tipos de escrita digital.

Pensando nisso, hoje iremos falar justamente sobre como esse profissional consegue atingir esse objetivo.

E não se preocupe se você conhece pouco sobre marketing digital ou vendas, iremos trazer dicas e tudo o que você precisa saber para conseguir utilizar essa estratégia da melhor maneira possível.

1 - Parcelamento

A primeira técnica de cópia para usar para escrever uma cópia de um produto tangível é apresentar o produto em parcelas.

É possível destacar o valor da parcela e depois mostrar o valor total. Por exemplo, “o porta etiquetas está custando 2 vezes de R$ 46,00 sem juros, totalizando 92,00”. Desta forma, é possível criar uma imagem mental na cabeça das pessoas de que este produto é acessível.

2 - Transformar recursos em benefícios

Para cada especificação e especificação do produto que deseja vender, é necessário perguntar a si mesmo: “Que diferença isso faz para meus clientes? Por que ele deveria comprar isso?”.

Por exemplo, uma empresa de grelha de concreto para drenagem, deve combinar os recursos do produto com os benefícios que eles oferecem:

"As grelhas de concreto podem ser usadas como uma boa alternativa econômica que substitui de uma forma eficaz as que são fabricadas em ferro”

As pessoas podem não saber para o que serve a sua grelha de concreto, mas é fundamental que no copy você aborde essas questões. 

3 - Promessas

O terceiro elemento importante de persuasão é a promessa. A descrição não enfatiza os aspectos técnicos do produto mas sim a promessa do produto.

Por exemplo, “Ao entrar na loja, você irá comprar caixas de papelão mais resistente do mundo”.

Consequentemente, todas as características tecnológicas do produto são utilizadas como argumentos de apoio ao contrato.

4 - Gatilhos mentais de segurança

Esse recurso é essencial para qualquer empresa que utiliza a internet para vender seus produtos, principalmente quando eles possuem um valor maior do que o usual.

Especificar que é possível trocar o produto de forma fácil e rápida caso não atenda às expectativas, dá muita segurança ao cliente.

Por exemplo: “Ao comprar uma injeção plástica, nossa empresa oferece uma garantia de 7 dias durante a compra”.

5 - Botões de compra

O botão de compra é como um atalho para comprar seu produto. Você pode colocar botões de compra até mesmo no seu site. Esse botões podem exibir imagens, descrições e preços de produtos, permitindo que os clientes comprem produtos sem sair do site.

Além disso, é importante não colocar botões de compartilhamento de mídia social nas páginas de vendas - a menos que faça parte de sua estratégia, é claro, pois isso pode fazer com que as pessoas saiam antes de passar o cartão.

Portanto, uma pessoa que vá comprar um ralo de canto em um site, precisa achar de maneira fácil o botão de adicionar ao carrinho no seu site.

6 - Gatilhos mentais de prova social

Há uma grande diferença entre dizer que seu produto é bom e o cliente afirmar isso.

A prova social é essencial para que os clientes em potencial tomem decisões de compra. Afinal, ela se sente mais segura sabendo que outras pessoas já estão comprando e se beneficiando com o que você está vendendo. 

A prova social também ajuda a verificar a validade dos benefícios do produto exibidos no site. 

Porque ninguém quer ser vítima de uma falsificação. Alguém que tenha adquirido uma chapa de acrílico transparente e em seu site e fale que se trata de um item de alta qualidade, incentivará outros clientes a comprar seu produto.

7 - Conte uma história

Contar histórias é uma técnica que funciona por um motivo, por meio de histórias sua empresa consegue criar um vínculo com os clientes. 

Ao compartilhar seus medos, seu personagem poderá formar uma identidade que se assemelha ao perfil dos seus clientes, gerando assim um sentimento de pertencimento. 

Princípio da Psicologia: Intimidade e Aceitação Social

Um bom copywriting tem o poder de criar e influenciar a percepção das pessoas sobre sua marca.

Além disso, é necessário construir relacionamentos de sucesso com seu público-alvo, incluindo todas as etapas de sua jornada de compra, desde o descobrimento até a avaliação e compra.

Consequentemente, certifique-se de que o copywriting administre uma percepção positiva: escolha uma abordagem cuidadosa e estratégica e demonstre o valor gerado para o negócio!

Cuidado com as palavras

O copywriter é um guardião das palavras, e deve selecionar criteriosamente a linguagem, o tom da comunicação e as expressões para se adequar a realidade do público-alvo.

Além de se adequar ao vocabulário do seu leitor, é necessário seguir a regra geral do bom senso e nunca usar termos ofensivos, gírias fora de contexto ou construções que provoquem interpretações perigosas.

Seja claro e neutro

Escrever uma mensagem clara e neutra significa que sua mensagem chegará ao destinatário por completo, sem nenhum mal-entendido no caminho.

Além disso, é preciso cuidar para que o simples não se torne simples, pois tornar um texto acessível não significa empobrecê-lo.

Esperamos que o texto de hoje tenha sido extremamente útil e que você tenha conseguido entender o que faz um copywriter e as técnicas que eles usam que irão fazer você vender qualquer produto.

 

Faça deste texto o seu guia e siga nossas orientações para conseguir utilizar essa estratégia da melhor maneira possível em sua empresa.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.



 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp