20/11/2019 às 10h53min - Atualizada em 20/11/2019 às 10h53min

Museu Histórico com programação para receber visitantes no feriado desta quarta

No Dia da Consciência Negra, o espaço estará com exposições e visitas mediadas voltadas a conscientização da escravidão. O Museu estará funcionando em horário especial, das 10h às 22h

Supcom
Reprodução
No Dia da Consciência Negra, celebrado nesta quarta-feira (20), o Museu Histórico de Campos estará com exposições e visitas mediadas voltadas a conscientização da escravidão. No local, os visitantes poderão se informar sobre o princípio da escravidão na região e conferir instrumentos de tortura utilizados nos escravos como forma de domesticação, tanto no âmbito ideológico quanto físico. Neste dia, o Museu estará funcionando em horário especial, das 10h às 22h. 
 
Entre as atividades, a exposição permanente “Vestígios do Nosso Triste Passado”, localizada na sala do século XIX, estará recebendo novos materiais da época da escravidão, que ficarão expostos até o final do mês. Além disso, haverá também uma pequena mostra sobre o abolicionista Luís Carlos Lacerda, proprietário do Jornal Vinte e Cinco de Março, veículo de comunicação que prestava ajuda a escravos e condenava os maus tratos cometidos por senhores proprietários de escravos. 
 
Segundo a gerente do Museu Histórico, Graziela Escocard, é preciso revelar a história triste que aconteceu na época escravocrata da região, por mais dolorida que seja.
 
"É importante lembrar que antes da abolição da escravidão a maioria da população de Campos era composta por negros, como continua sendo até hoje. Graças a contribuição trazida pelos negros que formamos a nossa cultura regional, demostrada principalmente nas manifestações da cultura popular", comentou Graziela.
 
O Museu Histórico de Campos funciona no Solar Visconde de Araruama e está localizado na Praça do Santíssimo Salvador, 40, no Centro. Para agendamentos escolares e em grandes grupos é necessário um responsável, maior de 18 anos, comparecer ao espaço ou ligar para (22) 98175-0616. O Museu é ligado à Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) e funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 17h; sábados, domingos e feriados, de 9h às 14h.
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp