17/03/2023 às 14h21min - Atualizada em 21/03/2023 às 00h03min

Registro seminal do punk brasileiro chega em formato digital e vinil pela primeira vez após 45 anos

Ratos do Beco lança “São Paulo, Setembro de 1978” via Nada Nada Discos

SALA DA NOTÍCIA Daniel Corrêa

Uma das bandas pioneiras do punk brasileiro, a Ratos do Beco lança um cru e pesado registro em todas as plataformas de música e como um vinil de de 7” com a gravação de um ensaio. “São Paulo, Setembro de 1978” é um álbum histórico e inédito que chega junto de um encarte com um material jornalístico e fotográfico para contextualizar a cena da época.

Ouça “São Paulo, Setembro de 1978”: http://tratore.ffm.to/ratosdobeco 

Compre “São Paulo, Setembro de 1978”: https://www.nadanadadiscos.com 

Criada por Miguel Barella (Agentss, Voluntários da Pátria e Blue Beast), RH Jackson (parceiro de João Debruço no disco “Caracol”, parte do Low Key Hackers e produtor de importantes bandas como Ira!, Fellini e Ratos de Porão), Guilherme Xepa e Roberto Refinetti, todos ainda em tempo de escola, a Ratos do Beco surgiu antes de terem palcos disponíveis para o tipo de som que faziam e durou somente por 3 meses no fim de 1978.

Por falta de locais para se apresentar, os ensaios do grupo se transformaram em shows. Sempre apareciam amigos interessados para ouvir a “música punk” - além dos curiosos ocupantes dos carros que paravam no farol em frente à garagem, onde a banda ensaiava com a porta estrategicamente aberta. Eles voltavam para ouvir a música de perto e perguntar que estilo era aquele.

Um desses ensaios foi gravado em fita de rolo, guardada por Barella, e se materializou neste vinil, quase 45 anos depois. O resultado é um  documento fiel e detalhado da estética e espírito de uma época. Traz quatro composições originais dos Ratos do Beco, um trecho de “Now I Wanna Sniff Some Glue” dos Ramones, e dá uma ideia do que poderiam ter sido os shows que não aconteceram.

Com digitalização no Estúdio MOSH e masterização para vinil no Reference Mastering Studio por Homero Lotito com orientação estética de Miguel Barella, o vinil ganha cópias limitadas e em alta qualidade via Polysom, com um lançamento do selo Nada Nada Discos.

 



 

Ficha técnica

Miguel Barella: baixo 

RH Jackson: guitarra e vocal 

Roberto Refinetti: bateria 

Guilherme “Xepa” Junqueira: movimentos, caras e bocas 

Composições: RH e Miguel 

Arranjos: Ratos do Beco 

Gravação: Tuca Nemeth 

Fotos: Tuca Nemeth 

Arte: Mateus Mondini e Guilherme Godoy 

Texto: Alex Antunes 

Editora: Rocking Gorillas/ABRAMUS 

Masterizado por: Homero Lotito no Reference Mastering Studio

 

Siga Nada Nada Discos:

https://www.instagram.com/nadanadadiscos/


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp