26/07/2021 às 22h32min - Atualizada em 26/07/2021 às 21h56min

Após ganhar mundo e conhecer 17 países em intercâmbio internacional, jovem e premiada advogada campista agora se dedica ao Direito Empresarial no Rio de Janeiro

Maria Luiza Belmiro Gomes, de 23 anos de idade, esteve em eventos acadêmicos nos Estados Unidos, em vários países da Europa e na Costa Rica

Wesley Machado - jornalaurora.com.br

Aos 23 anos de idade e prestes a completar 24 anos no dia 20 de setembro, a jovem advogada campista Maria Luiza Belmiro Gomes já acumula uma grande bagagem internacional. Seu passaporte foi carimbado em diversos países enquanto cursava a faculdade de Direito na Fundação Getúlio Vargas (FGV) na cidade do Rio de Janeiro de 2016 a 2020: Estados Unidos, Costa Rica, França, Espanha, Portugal, Bélgica, Holanda, Alemanha, Itália, Áustria, República Tcheca, Eslováquia, Polônia, Hungria, Inglaterra, Irlanda e Escócia.

 

Como a FGV tem foco na pesquisa e em experiências internacionais, a trajetória acadêmica de Maria Luiza é marcada por estas experiências internacionais em competições de julgamento simulado de Direitos Humanos, como o Moot Court em Washington DC, EUA, em maio de 2017, onde participou como oradora; e o Moot Court na Costa Rica em novembro de 2018, onde participou como coach da primeira equipe brasileira a participar desta competição. 

 

A campista também foi selecionada na FGV para participar de um curso na Sorbonne Université em Paris, França, nos meses de janeiro e fevereiro de 2019. Ainda em 2019, de agosto a dezembro, a então estudante de Direito da FGV participou de um intercâmbio no Instituto de Empresas de Madrid (IE Law School). Ainda na graduação, Maria Luiza conseguiu publicar artigos científicos em parceria com professores.

 

- Os anos da graduação foram de muito aprendizado. Na FGV temos aulas muito dinâmicas e o corpo docente nos incentiva, desde os primeiros períodos, a termos um pensamento crítico. Além disso, um grande diferencial da instituição são as oportunidades internacionais. No curso de Direito, temos a possibilidade de participar de competições, nacionais e internacionais, de julgamento simulado, além de intercâmbios acadêmicos - afirmou Maria Luiza.

 

A campista foi laureada com a medalha Magna Cum Laude, da FGV, como a segunda melhor estudante da turma dela. E em março de 2021 Maria Luiza foi aprovada na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), obtendo sua carteira profissional de advogada. Atualmente, a filha dos profissionais autônomos Ronaldo R. Gomes e Zorionara Belmiro trabalha em um escritório de advocacia da cidade do Rio de Janeiro focado no Direito Empresarial, na área de mercado de capitais.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp