02/08/2019 às 09h50min - Atualizada em 02/08/2019 às 09h50min

Aluno do Esportes Náuticos/Rema Campos sonha ser atleta olímpico

A iniciativa da Prefeitura de Campos e do Projeto Rema Campos visa oferecer atividades esportivas para os moradores de Lagoa de Cima e região. Criado há dois meses, o projeto atende 30 alunos. Ainda há vagas

Supcom
Supcom
Cerca de 30 crianças e adolescentes de Lagoa de Cima estão matriculados na primeira escolinha do projeto “Esportes Náuticos / Rema Campos” que há dois meses funciona na localidade. As aulas acontecem de terça a sexta-feira, com turmas de 8h às 11h e das 13h às 17h numa iniciativa da Prefeitura de Campos, por meio da Fundação Municipal de Esportes (FME), e o Projeto Rema Campos. 
 
São oferecidas aulas de canoa canadense, canoa havaiana, stand up, barco de remo e caiaque. Ainda há vagas. O adolescente Diego Rodrigues Honorato de Santos, 16 anos, é um dos alunos do projeto. 
 
- Acho muito importante esta oportunidade. Incentivar o esporte é muito saudável para os jovens, principalmente nós que moramos aqui em Lagoa de Cima, que não temos tantas opções. Sempre gostei do remo e neste final de semana terei a oportunidade de participar da Regata de São Salvador, no Rio Paraíba do Sul. Meu sonho é ser um atleta olímpico - destacou o adolescente.    
 
O projeto conta com quatro professores sob a coordenação do presidente do Rema Campos, Dimisson Nogueira. Os interessados podem se inscrever na base do projeto, que fica na Estrada de Lagoa de Cima, s/nº, no antigo Tarrafas Bar. 
 
- Os alunos têm como sala de aula um dos locais mais bonitos de Campos, Lagoa de Cima. Um cartão postal do município, o que incentiva os moradores não só na prática esportiva, mas a respeitar ainda mais o meio ambiente - disse Dimisson. “Fomentar o esporte é um desafio da administração do prefeito Rafael Diniz, que entende que esporte e educação devem caminhar juntos. Atualmente, a Fundação Municipal de Esportes atende a cerca de 20 mil alunos, entre 50 modalidades esportivas em 48 locais. A proposta é descentralizar o esporte e ampliar ainda mais o acesso da população”, frisou o presidente da FME, Raphael Thuin. 
 
A estudante Jamile da Rocha Francisco, 11, mora em Lagoa de Cima e estuda em Santa Cruz e é aluna do projeto “Esportes Náuticos / Rema Campos”. "Eu me identifiquei mais com o stand up e apesar das normas que precisamos, as aulas são divertidas e reforçam as amizades. O esporte é saúde e nos dá base para ser uma pessoa disciplinada", concluiu Jamile. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp