14/06/2019 às 14h27min - Atualizada em 14/06/2019 às 14h27min

Aluna da Escola Municipal Morangaba, em Rio Preto, recebe certificado da NASA

Bruna Pontes ganhou menção honrosa do coordenador da The International Astronomical Search Collaboration.

Supcom
Supcom
Reconhecimento e emoção. Esses foram os sentimentos, na quinta-feira (13), na Escola Municipal Morangaba, em Rio Preto, durante a homenagem destinada à aluna Bruna Pontes da Silva, do 8º ano, pela participação na Campanha Internacional de Busca de Asteroides. Com alegria ao momento vivenciado pela colega de sala, os estudantes assistiram a um vídeo enviado especialmente pelo cientista e coordenador da The International Astronomical Search Collaboration (IASC), Patrick Miller, e à entrega do certificado emitido pela NASA. 

O anúncio da premiação aconteceu, em abril, no 12º Encontro Internacional de Astronomia, na Câmara Municipal de Campos. Bruna foi homenageada pela iniciativa da IASC de motivar estudantes das áreas afastadas dos centros urbanos. Além dela, os alunos Luis Henrique Santana, Luis Cláudio Rocha, Josivani Bernardo Azevedo e Gabriel Mastela, da rede municipal de ensino, também participaram da campanha.

Para a pequena, de 13 anos, essa é uma oportunidade de mostrar aos outros colegas que é possível chegar longe. “Estou muito feliz, mas considero mais importante mostrar que todos tenham a possibilidade de conseguir ir além. Não basta apenas se preocupar com as provas, temos mais caminhos a seguir”, disse.

Carla Salles, coordenadora de Ciências, da secretaria municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece), destaca o incentivo proporcionado pelo reconhecimento. “Essa ação amplia os horizontes, serve de exemplo para que outros estudantes sigam o mesmo caminho da Bruna, que, quem sabe, pode seguir a carreira científica”, destacou.

Essa foi a segunda vez que Campos teve um estudante homenageado pela NASA. Em 2017, Cristiam dos Santos, da E.M. Dr. Getúlio Vargas, em Tocos, ganhou a certificação e o nome de um asteroide no espaço ao concluir uma nova evidência astronômica. 

Viva a Ciência na Escola – Além de homenageada, Bruna faz parte do grupo de 36 projetos aprovados no “Viva a Ciência na Escola”. Neste mês, ela inicia a pesquisa: “Levantamento Etnobotânico de Plantas Medicinais: Estudo de Caso no Distrito de Morangaba”. Através do apoio do programa, a estudante terá uma bolsa de R$ 120,00 para realizar novas descobertas. 

O “Viva a Ciência na Escola” tem o objetivo de estimular a vocação científica e a formação de novos pesquisadores na rede municipal de ensino.  Lançado em abril deste ano, a iniciativa é uma extensão do “Viva a Ciência”, programa de iniciação científica criado pela prefeitura em 2018, que contempla 30 bolsas a estudantes de graduação. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp