04/04/2019 às 06h39min - Atualizada em 04/04/2019 às 06h39min

Em Campos, projeto de catálogos virtuais é lançado para fortalecer o comércio

O projeto foi apresentado nesta quarta-feira (03), no auditório do Centro Administrativo José Alves de Azevedo

Supcom
Renan Liu
Os empresários, microempreendedores e prestadores de serviço de Campos ganharam novos espaços na internet para expor seus produtos e serviços. É o catálogo eletrônico de produtos e serviços locais, viabilizado com apoio da prefeitura, cujos objetivos são dar maior visibilidade às empresas de Campos e facilitar o serviço de busca por parte da população. O projeto foi apresentado pelo prefeito Rafael Diniz nesta quarta-feira (03), no auditório do Centro Administrativo José Alves de Azevedo (Prefeitura Municipal de Campos). Duas empresas foram credenciadas para a exposição do comércio campista em seus portais. Quem tem um produto ou serviço a oferecer já poderá entrar nestes sites e fazer seu cadastro sem pagar nada por isso.

“Antigamente, quando nós precisávamos de algum serviço, íamos às páginas amarelas do catálogo telefônico. Hoje, essas páginas são a internet, mas a maior parte do comércio e prestadores de serviço de Campos não está lá. A partir de agora, poderá estar. Nós, como poder público, estamos apontando um caminho para aumentar a competitividade dos pequenos e médios empreendedores. Precisamos caminhar todos juntos”,  comentou Diniz.

Também participaram da apresentação, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Felipe Quintanilha; o superintendente de Ciência, Tecnologia e Inovação, Romeu e Silva Neto; e o superintendente do Fundecam, Rodrigo Lira. O projeto de Inclusão Digital passou pela elaboração e divulgação de edital para parceria público-privada, sem ônus à prefeitura.  O chamamento público foi destinado a selecionar iniciativas privadas dispostas a investir no projeto de criação de um catálogo eletrônico. As empresas selecionadas foram a Censanet e a M2W, que desenvolveram os portais “Achei Campos” e “Catálogo Campos”, respectivamente.
 
“Há uma dificuldade e distância das empresas, comércios e prestadores de serviços de Campos em relação às tecnologias de informação, em especial à internet. Há compradores e potenciais compradores que têm dificuldade de encontrar, via internet, estes serviços. A partir dos catálogos eletrônicos, que já estão no ar, haverá maior visibilidade e, nós, como Poder Público, apresentaremos estes portais a grandes investidores”, explicou Quintanilha.

Todos os comércios e prestadores de serviço podem entrar nos portais, fornecer seus dados e ter seu perfil, gratuitamente. Com o aumento da busca de serviços através da internet e com compras sendo realizadas, cada vez mais, à distância, o empresário Orlando Portugal, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL), aprovou a iniciativa da prefeitura e considera que este pode ser um diferencial importante para fortalecer o comércio campista.

“O comércio local precisa de apoio e esta será mais uma ferramenta para ajudar a fazer circular dinheiro na cidade de Campos, porque vai incentivar muita gente a comprar no comércio local. Sabemos que o futuro é a tecnologia, então, consideramos a iniciativa da Prefeitura muito boa. A cidade está em um bom caminho”,  comentou.

Fundecam — Para aumentar a competitividade com as grandes empresas já cadastradas na grande rede, a prefeitura vai além e sugere também a linha de crédito do Fundecam Inovação para os comerciantes e prestadores de serviço. Este pode ser um passo a mais para os interessados, para que criem seus próprios sites, invistam em marketing digital e iniciem comércio virtual. Para suporte técnico, há a parceria como Sebratec, que promove o acesso de pequenos negócios a soluções em áreas de inovação.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp