09/05/2024 às 09h36min - Atualizada em 09/05/2024 às 09h36min

Atletas do “Movimento é Vida/Esporte é Vida” são contratados por grandes clubes

Jovens atuam em times como o Flamengo e o Coritiba, após terem sido descobertos durante a competição Brasil Soccer Cup Sub 14, que teve uma das fases realizada em Campos

- Redação
PMCG
Foto: Reprodução
Vitrine para jovens talentos, o projeto “Movimento é Vida/Esporte é Vida” tem sido porta aberta para que atletas campistas sejam descobertos por grandes clubes. Recentemente, quatro jovens atendidos pelo projeto ganharam propostas de times nacionais após participarem da Brasil Soccer Cup Sub 14, maior competição nacional da categoria, que teve umas das fases realizada em Campos.

O projeto “Movimento é Vida/Esporte é Vida” foi criado pelo prefeito Wladimir Garotinho enquanto deputado federal e atualmente está ligado à Fundação Municipal de Esportes (FME), atuando em mais de 30 localidades do município de Campos.

Destaque na Brasil Soccer Cup Sub 14, o jogador Lorenzo, de 14 anos, foi contratado pelo Flamengo e atua no clube, na posição de zagueiro, desde o final de março deste ano. Outro destaque foi o atacante Cristyan, que fechou com o Coritiba. Já o centroavante Kaique foi descoberto pelo Botafogo e o lateral Levi pelo Bahia. Outro atleta que competiu na Brasil Soccer Cup Sub 14 pelo time do “Movimento é Vida/Esporte é Vida” também recebeu uma proposta do Botafogo, mas não pôde ir para o clube neste momento devido a uma lesão. Os atletas foram preparados pelos treinadores André Pimpolho e Charles Ribeiro.

O coordenador do “Movimento é Vida/Esporte é Vida”, Leonardo Mantena, explicou que a expectativa do projeto é mudar a realidade de jovens. “O projeto tem um cunho social, que é uma das marcas do governo Wladimir, o cuidar das pessoas e fazer a inclusão social delas. Dentro desse processo de 13.300 pessoas que a gente cuida hoje dentro do projeto, é natural que se descubra talentos. Então, quando a gente teve a oportunidade de trazer para Campos na categoria sub-14 uma competição nacional, viu a possibilidade de estar mostrando para o cenário nacional do futebol, especificamente, os talentos que a gente tem dentro do projeto”, comentou.

Mantena ressaltou que a seleção dos atletas para a Brasil Soccer Cup durou 10 dias. “Levamos 10 dias fazendo uma seleção, na qual a gente angariou os 22 atletas, que, naquele momento, a gente achou que teria condições. E a gente está muito feliz de saber que teve cinco desses 22 atletas com propostas para grandes clubes do futebol nacional”, disse.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp