03/06/2019 às 13h59min - Atualizada em 03/06/2019 às 13h59min

Dirigentes russos são acusados de forjar provas para esconder doping de campeão mundial

Danil Lysenko, ouro no Mundial no salto em altura, está suspenso por não aparecer para exames antidoping

Globo Esporte
Reprodução / Instagram
A Rússia enfrenta novas acusações de acobertar casos de doping. Uma reportagem do jornal britânico “The Sunday Times” mostra como dirigentes do país ajudaram a forjar provas para impedir que Danil Lysenko, campeão mundial no salto em altura, fosse punido por doping. Em resposta, a federação russa de atletismo disse que está cooperando com a investigação.

As acusações são um baque nos esforços do país para recuperar suas credenciais no esporte mundial após o escândalo de doping em 2015. Lysenko havia sido um dos sete russos aprovados pela Iaaf para competir no Mundial de Birmingham, onde foi campeão no ano passado, e outros torneios porque conseguiu provar que não usava substância ilícitas.

No fim do ano, no entanto, ele falhou ao dar seu paradeiro correto a autoridades antidoping para que fosse examinado fora de competição. Ele não foi encontrado três vezes em um ano, o que configura a infração. Segundo o “The Sunday Times”, dirigentes russos forjaram documentos para defender o atleta, que estaria “muito doente” e, por isso, não teria conseguido comprovar seu paradeiro.

"No caso de Lysenko, a federação está dando total assistência à Unidade de Integridade do Atletismo e estamos em contato e cooperação", afirmou o presidente Dmitry Shlyakhtin, afirmando que a entidade tem interesse que a investigação seja objetiva. Ele, porém, não respondeu se a entidade já havia punido algum de seus membros por conta do caso.

No último ano, o Comitê Olímpico Internacional baniu a Rússia das Olimpíadas de Inverno em Pyeongchang, na Coréia do Sul, mas alguns atletas que não tinham histórico de doping foram liberados de participar sem representar a bandeira do país. Este ano, a IAAF decidiu manter a exclusão da Rússia das competições internacionais até que duas medidas remanescentes sejam tomadas - a apresentação do banco de dados do laboratório de Moscou e o pagamento de despesas dos processos envolvidos no caso.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp