29/05/2019 às 10h19min - Atualizada em 29/05/2019 às 10h19min

Prefeitura concluí limpeza dos pilares da Ponte da Gote sobre o Canal das Flechas

O trabalho emergencial se deu ao grande volume de vegetação, que pressionava a estrutura

Supcom
Supcom
A limpeza dos pilares da Ponte da Gote sobre o Canal das Flechas, na Baixada Campista, foi concluída pela Prefeitura de Campos, na última sexta-feira (24) e agradou aos produtores locais. O trabalho emergencial se deu ao grande volume de vegetação, que pressionava a estrutura. Com a intervenção, o fluxo da água é contínuo e beneficia as produções agrícola, pesqueira, canavieira e ceramista.

A limpeza foi realizada em uma ação conjunta da Coordenadoria Municipal da Defesa Civil, secretaria de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (SMIMU), secretaria de Desenvolvimento Ambiental (SMDA) e a superintendência de Limpeza Pública (Sulimp), com a autorização do Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Durante os trabalhos, com auxílio de uma escavadeira hidráulica (long reach), foram retiradas toneladas da vegetação e sedimentos acumulados, devido às chuvas. 

"Nessa região há produções de vários segmentos que são muito importantes na economia do município. Com essa intervenção conjunta com as secretarias envolvidas, a ponte está sem risco. Mas, ainda é necessária que mantenha uma limpeza permanente nos pilares, onde estaremos viabilizando ações para que não ocorra acúmulo em seu entorno", informou o superintendente da Sulimp, Carlos Augusto Siqueira.

O presidente da Associação Fluminense dos Plantadores de Cana (Asflucan), Tito Inojosa, agradeceu ao prefeito Rafael Diniz pelo trabalho de grande relevância no escoamento que auxiliará na irrigação da cana-de-açúcar para essa região. 

"Além do trabalho importante do uso da água para a irrigação do plantio da cana, o transporte, por meio da ponte é fundamental, pois facilita o acesso rápido para as usinas. Sem ela tudo se complica, porque quanto maior o percurso, mais caro fica o custo do transporte", relatou Tito Inojosa. 

Gilmar Ribeiro Silva, de 52 anos é morador e lavrador da localidade de Retiro, e fala satisfeito sobre a limpeza. “Além de nos beneficiar com o transporte que podemos fazer sobre a ponte, sem correr o risco da queda, a limpeza também é essencial. Com a moita presa nos pilares, além de danificar a estrutura da ponte também atrapalha o escoamento, com isso o nível da água sobe e, consequentemente as propriedades ficam alagadas”, disse Gilmar. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp