15/05/2019 às 09h22min - Atualizada em 15/05/2019 às 09h22min

Alunos de instituições federais e estaduais de ensino fazem ato contra cortes de verbas em Campos

Nesta quarta-feira (15), um grupo de pessoas realizam uma manifestação em frente à UENF

Redação
Divulgação
Universidades e escolas do Estado do Rio de Janeiro suspenderam as atividades nesta quarta-feira (15) para protestar contra a decisão do governo federal de bloquear 30% das verbas das instituições de ensino federais. 

Em Campos, nas primeiras horas, com cartazes nas mãos e fogo em pneus, um grupo de pessoas realizam uma manifestação em frente à Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Em virtude ao movimento, a Avenida Alberto Lamego ficou interditada. 

Desde final de mês de abril, quando o bloqueio foi anunciado pelo Governo, vários protestos em repúdio ao corte foram realizados por alunos de instituições. Na última segunda-feira (13), alunos do Instituto Federal Fluminense (IFF-Campos) protestaram dando um abraço simbólico no prédio da unidade.

No dia 08 de maio, estudantes também realizaram um ato no cruzamento da Avenida 28 de Março esquina com Avenida José Alves de Azevedo (Beira-Valão).

O BLOQUEIO

O Ministério da Educação anunciou no último dia 30, que todas as universidades federais do país sofrerão corte de 30% em seus orçamentos. A medida foi tomada após a pasta ser alvo de críticas por ter reduzido inicialmente as verbas destinadas à Universidade de Brasília (UnB), à Universidade Federal Fluminense (UFF) e à Universidade Federal da Bahia (UFBA).

O MEC afirmou ainda que estuda aplicar outros critérios para os cortes, "como o desempenho acadêmico das universidades e o impacto dos cursos oferecidos no mercado de trabalho", com o objetivo de "gerar profissionais capacitados e preparados para a realidade do país".

De acordo com o MEC, "o bloqueio preventivo incide sobre os recursos do segundo semestre" e poderá ser reavaliado "caso a reforma da previdência seja aprovada e as previsões de melhora da economia no segundo semestre se confirmem, pois, podem afetar as receitas e despesas da União".

Mais informações em instantes. 

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp