26/04/2019 às 17h43min - Atualizada em 26/04/2019 às 17h43min

Ações de prevenção marcam Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial

O objetivo principal foi apresentar a Terapia Integrativa como meio de melhoria na qualidade de vida do servidor

Supcom
Supcom
Duas ações marcaram as comemorações pelo Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, na manhã desta sexta-feira (26), na sede da secretaria de Saúde de Campos. A programação contou também com projeto piloto de desenvolvimento das PICs (Práticas Integradas Complementares) e palestra para os servidores. O objetivo principal foi apresentar a Terapia Integrativa como meio de melhoria na qualidade de vida do servidor, impactando na qualidade do atendimento.

Nas tendas, estudantes de duas universidades particulares participaram da ação aferindo pressão e glicemia dos pacientes, e orientando sobre a importância de uma alimentação saudável para se prevenir a doença. Voluntários, alunos do curso de Barra de Access: Joset Lacerda Lobato; Tomás de Andrade Pacheco; Maria Inês Pereira Ribeiro Moreira fizeram aplicação em sessões individuais da técnica Barra de Access.

Além do Centro de Saúde, as policlínicas vinculadas à secretária de Saúde, também fizeram um trabalho de divulgação e orientação sobre a importância da prevenção. "Esse evento marca o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, que é uma maneira de marcar a data e chamar atenção das pessoas, para o tratamento adequado da hipertensão e principalmente as medidas preventivas que a gente tem ter para evitar a doença", contou o coordenador do Hiperdia, o médico Elias Yunes, lembrando que cerca 30% da população brasileira sofre com problemas de pressão alta.

A psicóloga Luciane Mina explicou que a atividade teve foco no empoderamento do servidor para fortalecer seu protagonismo no processo de saúde e bem-estar pessoal, ampliando o processo de facilidade ao superar angústia e gerenciar stress e conflitos.

"Estamos iniciando o programa que tem o propósito de cuidar mais do servidor, principalmente com as práticas integradas complementares. A utilização das terapias alternativas já são reconhecidas pelo Sistema Único de Saúde", finalizou Mina.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp