17/03/2020 às 12h14min - Atualizada em 17/03/2020 às 12h14min

SJB e Porto com medidas contra o coronavírus

Nenhum caso foi identificado em São João da Barra até o momento

Ascom
Reprodução

São João da Barra não registrou nenhum caso de contaminação pelo coronavírus, mas o município está colocando em prática uma série de medidas para manter a população o mais protegida possível. Dentro do Plano de Contingência Municipal, representantes das secretarias municipais de Saúde e Desenvolvimento Econômico e Tecnológico e da Vigilância Sanitária estiveram na Empresa Porto do Açu nessa segunda-feira (16), para conhecer as medidas preventivas já implementadas.

O coordenador de Vigilância da Saúde, Sávio Sabóia, destaca que a Porto do Açu criou comitês internos de monitoramento com envolvimento de todas as empresas que atuam no Complexo. Elas estão se reunindo diariamente às 10h e às 12h para atualizar a evolução da pandemia. As informações serão repassadas para o setor de Vigilância do município, também em tempo real, e qualquer caso suspeito será informado à Secretaria de Saúde.   

No Porto do Açu, empreendimento que emprega 70% da mão de obra local, os cuidados foram redobrados. Nenhum caso de COVID-19 foi identificado entre os sete mil trabalhadores. Desde o anúncio da propagação do vírus no mundo, todas as empresas instaladas no porto adotaram as recomendações e protocolos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para a segurança de suas operações e da comunidade local.

“Implementamos medidas preventivas, como homeoffice para os colaboradores que desenvolvem atividades que podem ser realizadas remotamente, além de alternância presencial para aqueles que atuam em atividades essenciais para a continuidade das operações. A segurança das pessoas é nossa prioridade”, explica Vinícius Patel, diretor de Administração Portuária do Açu.

Visitas institucionais e viagens nacionais e internacionais de colaboradores foram suspensas. Todos aqueles que fizeram viagens recentes foram orientados a trabalhar em isolamento preventivo. Além disso, o Porto do Açu conta com estrutura médica de prontidão para atendimento imediato, com possibilidade de teste em casa para confirmar possíveis casos. O contato direto entre trabalhadores do porto e tripulação das embarcações é mínimo e todos que precisam atuar nesta função são monitorados.

Segundo a gerência do Porto, nenhum navio é autorizado pela agência reguladora do Ministério da Saúde a atracar até que o relatório sobre as condições sanitárias da embarcação e as condições de saúde da tripulação seja aprovado. Após orientação da Anvisa, ações internas para redução do ritmo de propagação do vírus foram adotadas, como divulgação de conteúdo educativo para evitar contágio, instalação de novos dispensers de álcool gel e reforço na higienização dos espaços em comum, principalmente transporte coletivo, banheiros e refeitórios – com cuidados desde a distribuição de talheres e alimentos até a disposição afastada das cadeiras e alternância de acessos por grupos.

"Nos foi passado que todos os colaboradores que se enquadram no grupo de risco – idosos, gestantes, asmáticos e portadores de doenças autoimunes – estão trabalhando de casa até que a situação seja normalizada", diz Sabóia, ressaltando que nesta terça-feira (17), o grupo de trabalho estará reunido com os representantes da Gás Natural Açu (GNA).

A Prefeitura publicou sexta-feira (13), o decreto 16/20, que determina medidas de emergência para o enfrentamento do coronavírus, classificado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como pandemia. As aulas foram suspensas e os espaços culturais foram fechados. Outras medidas serão anunciadas nas próximas horas. 

Neste domingo a prefeita Carla Machado se reuniu com secretários para debater o Plano de Contingência Municipal.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp