02/03/2020 às 11h36min - Atualizada em 02/03/2020 às 06h36min

Coronavírus é tema no programa ‘A Voz de Campos’

Programa ressaltou métodos de prevenção e comentou fake news

Redação
Rádio Aurora
O programa ‘A Voz de Campos’ desta segunda-feira (2), com a apresentação de Walmir de Lima, recebeu nos estúdios da Rede Aurora no quadro “À Hora da Saúde” Danielle Pedra e Paulo Marcelo Ribeiro para abordarem o tema "Coronavírus: Verdades e prevenções e saúde pública".

Com um tema voltado à informação sobre os principais assuntos voltados ao coronavírus, programa ressaltou precauções e comentou fake news que circulam nas mídias digitais e preocupam órgãos e instituições responsáveis da área da saúde no Brasil.

O coronavírus, que é uma família de vírus que causam infecções respiratórias, teve seu novo agente descoberto no final de dezembro de 2019 após casos registrados na China, e é responsável por causar a doença chamada de coronavírus (COVID-19).

Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Os tipos de coronavírus conhecidos até o momento são: Alpha coronavírus 229E e NL63, Beta coronavírus OC43 e HKU1, SARS-CoV (causador da Síndrome Respiratória Aguda Grave ou SARS), MERS-CoV (causador da Síndrome Respiratória do Oriente Médio ou MERS), e SARS-CoV-2: novo tipo de vírus do agente coronavírus, chamado de coronavírus, que surgiu na China em 31 de dezembro de 2019.

No programa, também foi comentado um vídeo em que um homem que se identifica como químico autodidata foi comentado, ressaltado como fake news devida à vinculação de falsas informações que o Ministério da Saúde desmentiu junto a outros diversos boatos que começaram a circular na internet sobre o coronavírus. Informações falsas causam pânico na população e atrapalham os trabalhos de investigação das autoridades competentes.

“Quantos anos eu estou fazendo a desinfecção do local, de um paciente para o outro, limpando com álcool 70%. Está errado?” comentou a dentista Danielle Pedra sobre um dos vídeos veiculados com informações erronias de que o álcool 70% não seria capaz de desinfetar ambientes e pessoas e consequentemente não ajudar na proteção contra endemias, epidemias e pandemias.

As dúvidas puderam ser tiradas através de comentários pela live no Facebook, e pelos telefones. E para assistir o programa completo, basta acessar o link: Clique aqui!

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp