01/03/2020 às 09h54min - Atualizada em 01/03/2020 às 09h54min

Governador Wilson Witzel conhece modelo americano de presídio vertical

Quatro dos cinco presídios verticais que serão construídos no Rio terão dois andares, e uma unidade ocupará um andar e será destinada a idosos e pessoas com necessidades especiais

Ascom
Ascom
O governador Wilson Witzel visitou, nesta sexta-feira (29), o Complexo de Detenção de Manhattan, em Nova  Iorque, para conhecer o modelo americano de presídio vertical. Na reunião com a  comissária do Departamento de Correções da Cidade de Nova Iorque, Cynthia Brann, o governador propôs  que fosse estabelecido um acordo de cooperação técnica entre o Governo do Rio e o complexo nova-iorquino para trocar informações e aprimorar o projeto fluminense.

Acompanhado dos secretários de Administração Penitenciária, coronel Alexandre Azevedo, de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro, e de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Lucas Tristão, o governador apresentou o projeto de construção da primeira unidade penitenciária vertical do Estado do Rio. No modelo fluminense, serão cinco presídios sobrepostos, com capacidade para 3.456 vagas. O complexo americano é composto por dois edifícios com 898 detentos que estão aguardando julgamento ou ainda não foram condenados.

"Nossa proposta é aumentar as vagas no sistema penitenciário do Estado do Rio. Isso significa que podemos trabalhar mais o preso para que ele volte recuperado para o convívio da sociedade. Aqui, no Complexo de Detenção de Manhattan, vimos 20% apenas de reincidência. A média no Brasil é de 70%. Queremos aperfeiçoar o nosso projeto usando modelos de sucesso como este que vimos em Nova Iorque", disse Witzel. 

Quatro dos cinco presídios verticais que serão construídos no Rio terão dois andares, e uma unidade ocupará um andar e será destinada a idosos e pessoas com necessidades especiais. O conjunto também terá espaço anexo exclusivo para trabalho e oficinas. Serão investidos R$ 100 milhões no complexo penal.

"São muitas as vantagens de construir um conjunto penal vertical. Com o nosso projeto, vamos reduzir o custo das obras a 36%, além de diminuir cinco vezes a área de um presídio tradicional, ocupando aproximadamente 20.000 m2 de terreno", explicou o secretário de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro.

Um dos pontos fortes dos presídios verticais é a segurança. No projeto do Estado do Rio de Janeiro, haverá monitoramento permanente, garantindo a segurança dos visitantes, detentos e agentes penitenciários.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp