31/01/2020 às 16h04min - Atualizada em 31/01/2020 às 16h04min

Defesa Civil de SFI monitora cheia do Rio Itabapoana

Uma família com cinco pessoas, sendo uma criança de dois anos e um portador de necessidades especiais, está desalojada e foi amparada na Creche Escola Municipal Rita de Cássia Melgaço.

Ascom
Ascom
O trabalho de vistorias às localidades banhadas pelo extenso Rio Itabapoana continua em ritmo acelerado pelas equipes da Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI). Durante a inspeção realizada por membros da Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Civil (Sema) nesta sexta-feira (31), foi constatada mais famílias em situação desfavorável em decorrência da cheia do rio.

Nas visitas às localidades de Ingá, Máquina e Barra do Itabapoana, a agente da Defesa Civil, Regilane Oliveira, relatou que muitos ribeirinhos tiveram suas casas e quintais invadidos pelas águas. “As pessoas estão com alguns móveis e eletrodomésticos suspensos e usando madeiras e tijolos para conseguirem terem acesso às suas casas”, comentou a agente.

Uma família com cinco pessoas, sendo uma criança de dois anos e um portador de necessidades especiais, está desalojada e foi amparada na Creche Escola Municipal Rita de Cássia Melgaço, em Barra do Itabapoana.

A secretária da Sema, Luciana Sofiati, disse que todos os esforços estão sendo feitos. “Os membros da secretaria não param porque recebemos chamadas diariamente. Estamos empenhando para oferecer atendimento às solicitações. Pedimos desculpas se ainda não conseguimos atender a alguém, mas é devido ao grande número de atendimentos que temos realizado”, afirmou.

Mais ocorrências – A Defesa Civil também visitou as localidades de Ilha dos Mineiros e Santa Clara, por conta do grande número de casas e ruas afetadas pelas chuvas nessas áreas. Uma pessoa está amparada na residência de parentes devido ao elevado nível da água acumulada dentro de seu quintal. O órgão distribuiu cobertores, travesseiros e lençóis.

Em caso de situação de desalojados e desabrigados, a população deve entrar em contato através do telefone (22) 9.9997-5855 ou Canal Verde: (22) 9.8161-6713.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp