27/01/2020 às 14h42min - Atualizada em 27/01/2020 às 14h42min

Alerta: Nível do Rio Paraíba do Sul sobe dois metros e atinge Cais da Lapa

Já em Três Vendas, com a cheia do Rio Muriaé, 15 famílias precisaram ser levadas para uma igreja da localidade.

Supcom
Supcom
O nível do Rio Paraíba do Sul subiu cerca de dois metros. A última medição realizada ao meio-dia desta segunda-feira (27) registrou a cota de 9,05m contra a de 6,81 registrada no sábado (25). 

A situação do Rio Paraíba do Sul está sendo monitorada pela Defesa Civil Municipal. O rio está recebendo grande volume de água de seus afluentes (Pomba e Muriaé) devido às chuvas na Zona da Mata Mineira. A água já interditou o Cais da Lapa. 

Várias equipes concentram os trabalhos em Três Vendas, onde o nível do Muriaé aumentou consideravelmente. O Grupo de Emergência em Alagamentos está no local com agentes da Defesa Civil Municipal, Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (SMIMU), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Ambiental (SMDA), Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS), Superintendência de Limpeza Pública (Sulimp) e Empresa Municipal de Habitação (Emhab). 

De acordo com os institutos de meteorologia, a previsão de chuva paras esta semana em Campos é de 36 a 50mm.

Rio Muriaé

 
15 famílias de Três Vendas precisaram ser levadas para uma igreja da localidade e casa de familiares e amigos, após o nível do Rio Muriáe aumentar nas últimas horas, devido as fortes chuvas. A mudança ocorreu através das equipes do Grupo de Emergência em Alagamentos. 

A Prefeitura está atuando na localidade desde a tarde do último sábado (25), onde os trabalhos estão concentrados devido à cheia do Rio Muriaé. 

"O Muriaé começa a estabilizar em suas cabeceiras, em Minas Gerais, mas muita água que já passou por outras cidades rio acima, ainda vai chegar aqui, por isso a tendência é ele ainda subir. Mas o rio Paraíba do Sul está absorvendo bem essa água e trabalhamos para que a situação continue sob controle", explicou o major Leandro Paiva, da Defesa Civil Municipal.


Desde sábado, foram colocados sacos de areia e utilizados 20 caminhões de terra em um trecho próximo ao dique do Canal da Onça. Uma retroescavadeira ajuda na colocação do material. A Prefeitura disponibilizou ainda caminhões para mudança dos moradores e providenciou abrigo provisório. 

Os transtornos causados pela chuva começaram na noite de sexta-feira (24) quando Campos registrou chuva intensa com acumulado de 142,5mm desde quinta (23). A Defesa Civil Municipal atendeu chamados na Vila dos Pescadores, em Farol; Poço Gordo, Baixada Campista; Santo Eduardo, região Norte do município; Fundão, Jardim Carioca, entre outros. 

O Grupo de Emergência em alagamentos, criado em 2017 pelo prefeito Rafael Diniz, é composto pela Defesa Civil Municipal, Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (SMIMU), Secretaria Municipal de Desenvolvimento Ambiental (SMDA), Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS), Superintendência de Limpeza Pública (Sulimp) e Empresa Municipal de Habitação (Emhab). 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp