24/01/2020 às 10h10min - Atualizada em 24/01/2020 às 10h10min

Alagamentos e queda de barreiras em rodovias do interior do Estado

São Fidélis e Cardoso Moreira registram alagamentos, e Itaperuna tem duas famílias desalojadas após forte chuva, e BR-356 e BR-101 com quedas de barreiras

Redação
Reprodução
Com quase 50 mm de chuvas registrados em quatro horas, a cidade de São Fidélis, no Norte do Estado, voltou a ter ruas alagadas. A cidade estava na lista de alerta dos órgãos meteorológicos, e no final da tarde de ontem (23), bairros ficaram com ruas alagadas, sendo o principal deles o bairro Montese. Na zona rural, as localidades de Tabua e Penedo foram as mais afetadas.
 
Já em Itaperuna, no Noroeste do Estado, os transtornos foram ainda maiores, com queda de muros, além das várias ruas alagadas em toda cidade, como a rua do Hospital São José do Avaí.

Duas famílias ficaram desalojadas por conta de quedas de barreiras, e a Defesa Civil, que está em estado de atenção, registrou pelo menos 10 deslizamentos de terra entre quinta e sexta-feira (24).

Choveu quase 70 mm nas ultimas 24 horas e três muros desabaram, um no bairro Morro do Cristo, outro no bairro Cehab e no Cidade Nova. E de acordo com a Defesa Civil do Município, o Rio Muriaé que passa pela cidade, subiu 40 cm. Localidades como Córrego Seco e o distrito de Raposo, também houve registro de chuva forte.

O volume do Rio Muriaé está em 3,42 metros, perto do transbordamento, que ocorre quando a água chega aos 3,90 metros em Itaperuna, e em Bom Jesus do Itabapoana, o rio chegou a transbordar no bairro Pimentel Marques. Nesta manhã, o volume de água alcança os 2,90 metros, próximo ao nível de transbordamento, que é de 3 metros na cidade.

Nos municípios de Italva e Cardoso Moreira também choveu forte, e na localidade de Bananal na zona rural de Cardoso, moradores não conseguiram sair de suas casas após enxugadas bloquearem estradas.

Rodovias

A BR-356 está parcialmente interditada no Km 58, no trecho próximo à localidade de Córrego Seco, entre Itaperuna e Italva no Noroeste do Estado devido a uma queda de barreira desde o final da tarde de ontem (23).

E para quem segue com destino ao Espírito Santo, no Km 433 e no Km 435 da BR-101, também há queda de barreiras que complicam o trânsito no trecho próximo ao município de Atílio Vivacquan no Sul do Estado vizinho. A Eco 101, concessionária que administra rodovia após a divisa com o Estado do Rio de Janeiro, já tem equipes trabalhando nos locais.

Órgãos como o Clima Tempo e o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), alertam para mais chuva para cidades do Norte e Noroeste do Estado do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (24), podendo ultrapassar os 100 mm
.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp