08/04/2019 às 17h41min - Atualizada em 08/04/2019 às 17h41min

Prefeito anuncia convocação de 385 aprovados no concurso da Educação e Saúde

Desde 2018, já são 516 aprovados em concurso público convocados pela Prefeitura de Campos

Supcom Campos
Supcom
O prefeito Rafael Diniz anunciou, nesta segunda-feira (08), a convocação de 385 novos profissionais aprovados no concurso realizado em 2014 para as áreas de Saúde e Educação. São 39 médicos, 30 auxiliares de saúde bucal, 15 professores de ensino religioso, 78 acompanhantes, 77 inspetores de alunos e 146 auxiliares de turma. Desde 2018, já são 516 aprovados em concurso público convocados pela Prefeitura de Campos. 
 
A publicação do Edital para oficialização dos novos servidores acontece nos próximos dias. Para Rafael Diniz, a responsabilidade com a gestão pública foi essencial no êxito desse processo.
 
"Todos sabem da minha luta, desde quando era vereador, para o chamamento desses aprovados. Com tanta crise e falta de responsabilidade, como recebemos a prefeitura, não foi possível fazer antes. Mas agora, depois de muita eficiência, conseguimos realizar essa convocação obedecendo a Lei de Responsabilidade Fiscal", destacou o prefeito.
 
Com a decisão, o município recompõe os quadros da administração pública diante da aposentadoria de servidores nos últimos quatro anos e cumpre os princípios da igualdade, impessoalidade e eficiência na Administração Pública, previstos pela Constituição Federal de 1988.
 
Em 2018, a Prefeitura de Campos convocou 131 médicos em diversas áreas, como clínica médica, pediatria, angiologia, cardiologia, dermatologia, medicina do trabalho, endocrinologia, genética, geriatria, ginecologia/obstetrícia, infectologia, mastologia, neuropediatria, oftalmologia, proctologia, psiquiatria e reumatologia. 
 
O procurador Geral do Município, José Paes Neto, explica que no ano passado a Prefeitura de Campos suspendeu temporariamente o concurso realizado em 2014  para resguardar os direitos dos concursados aprovados. 
 
"Em julho de 2018, o decreto foi publicado no Diário Oficial do Município, considerando que Campos passava por uma grave crise financeira, com queda de arrecadação, estando próxima do limite máximo previsto na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). A suspensão do concurso naquele momento garantiu que hoje, com a situação financeira mais estável, o município possa fazer esta nova convocação", explicou José Paes.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp