22/11/2019 às 16h19min - Atualizada em 22/11/2019 às 16h19min

Prefeitura leva recursos a famílias isoladas pela chuva em Imbé e Rio Preto

O comandante da Guarda Civil Municipal, major Édison Pessanha, solicitou apoio do 5 Grupamento de Bombeiros Militar a fim de tentar viabilizar uma aeronave para chegar ao local.

Supcom
Supcom
A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social  (SMDHS) está monitorando e garantindo apoio às famílias em situação de isolamento em Campos, em razão das fortes chuvas que atingiram a cidade esta semana. A diretora do Departamento de Proteção Social Básica da Secretaria (DPSB), Cristiana Versiani, e a coordenadora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS 3), Mirela Aarecida, representando o Departamento de Proteção Social Especial, estão voltando à Rio Preto, no distrito de Morangaba, na tarde desta sexta-feira (22), para ofertar colchonetes, cobertores e cestas básicas as  famílias daquela localidade.

De acordo com o secretário da pasta, Marcão Gomes, elas estiveram em Rio Preto na quinta-feira (21) com o Grupo de Emergências em Alagamentos para levantamento das necessidades dos moradores. A SMDHS também vai enviar água potável e cestas básicas para famílias da Região do Imbé nas próximas horas.

"Estamos atentos, acompanhando de perto e prestando toda assistência a essas famílias, a fim de garantir um atendimento integral e humanizado. De acordo com a Defesa Civil, a informação atual desta sexta-feira (22) é de que, após a queda da Ponte do Berrador, o número de famílias em situação de isolamento subiu naquela região", informou Marcão.

O comandante da Guarda Civil Municipal, major Édison Pessanha, informou que, devido à impossibilidade de acesso à região do Imbé, solicitou apoio do 5 Grupamento de Bombeiros Militar a fim de tentar viabilizar uma aeronave para chegar ao local. 

"Vamos aguardar o posicionamento do Corpo de Bombeiros, pois não é somente Campos que está vivendo essa realidade no Estado do Rio de Janeiro. Há outros municípios em iguais condições", explicou.

O Grupo de Emergências em Alagamentos também providenciou a retirada de três famílias da localidade de Ururaí que tiveram as casas inundadas com a cheia do Rio Ururaí, na manhã desta sexta-feira (22). As condições das moradias serão avaliadas pela Defesa Civil quando o tempo ficar estável.


 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp