14/11/2019 às 14h21min - Atualizada em 14/11/2019 às 14h21min

Centro Pop: notificação no Centro com apoio da Guarda, Postura e 5º GBM

Todas as abordagens são registradas de forma documental e catalogadas na unidade

Supcom
Foto: Bárbara Lemos
Nesta quarta-feira (13), equipes do Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro Pop), ligado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Humano e Social (SMDHS), realizaram uma nova mobilização na área central da cidade. O objetivo foi notificar pessoas que construíram barracas e tendas em vias públicas, impedindo a circulação da população em geral.
 
O secretário da pasta, Marcão Gomes, explica que a ação aconteceu em diferentes pontos, em parceria com a Superintendência de Postura, a Guarda Civil Municipal e o 5º Grupamento de Bombeiro Militar. “A finalidade é notificar pessoas em situação de rua que insistem em colocar materiais recicláveis de pequeno, médio e grande portes nas calçadas da cidade, mesmo após várias abordagens feitas pelo Centro Pop, impedindo a passagem dos demais transeuntes”, explicou Marcão.
 
De acordo com o coordenador do Centro Pop, Éderton Rossini, não é a primeira vez que ocorre esse tipo de medida. Todas as abordagens são registradas de forma documental e catalogadas na unidade. A ação dessa quarta teve início na Praça do Santíssimo Salvador, seguindo para a Praça Tiradentes, ao lado da Igreja Nossa Senhora do Rosário, e finalizada dentro do Rio Paraíba do Sul, no pilar da Ponte Leonel Brizola.
 
"Nesses três pontos em especial, algumas pessoas em situação de rua vinham acumulando grande quantidade de material para reciclagem, barracas, lonas, varais de roupa, papelão, cabanas e etc. Mesmo após várias abordagens que fizemos, essas pessoas continuavam mantendo esses materiais de forma irregular. Alguns deles, resistiram ao nosso pedido e, por isso, foi necessário recorrer ao apoio da Guarda e da Postura, no caso das Praças; e do Corpo de Bombeiros, para ação dentro do Rio", afirmou Ederton.
 
Parte do material foi recolhido durante a ação pelos técnicos. A outra parte será retirada pela Superintendência Municipal de Limpeza Pública. Os profissionais apresentaram novamente os serviços de acolhimento da Prefeitura de Campos e os serviços ofertados diariamente no Centro Pop, como alimentação (café da manhã, almoço e lanche da tarde), higiene pessoal (sanitários e chuveiros), espaço e sabão para lavagem e secagem de roupas, guarda de pertences, atendimentos e encaminhamentos pela equipe multiprofissional para rede de serviços públicos, inscrição/atualização CAD Único (bolsa-família e outros benefícios/programas sociais), retirada de documentos, encaminhamento para acolhimento, atividades coletivas e ligações telefônicas.
 
As abordagens sociais acontecem de forma ininterrupta, todos os dias, inclusive em finais de semana e feriados. O serviço dispõe de rotas fixas, porém, também recebe denúncias e informações pelo telefone 981751427. É importante destacar que ninguém está obrigado a aceitar a ajuda ou o encaminhamento para as unidades de referência.
 
Segundo a diretora de Proteção Social Especial, Anne Caroline Cardoso, o Centro Pop realizou 1.875 abordagens sociais no primeiro semestre de 2017, 855 no primeiro semestre de 2018 e 578 no primeiro semestre deste ano. “Além disso, o equipamento oferece também o Serviço Especializado para Pessoas em Situação de Rua, que realizou 3.607 atendimentos no mesmo período de 2017, 1.936 nos seis primeiros meses de 2018, e 917 atendimentos de janeiro a julho deste ano”, informou Anne.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp