06/11/2019 às 14h12min - Atualizada em 07/11/2019 às 08h00min

Rádio Aurora: Programa 'O que está acontecendo na cidade?' conta com participação de Nildo Cardoso

Durante a programação, o ex-superintendente de abastecimento de Campos falou sobre sua exoneração, política no Brasil e folha de pagamento dos servidores do município

Redação
Rádio Aurora
O programa 'A Voz de Campos' agora conta com um novo integrante na bancada. O ex-superintendente de abastecimento de Campos, Nildo Cardoso, irá compor a equipe da Rede Aurora todas as quartas-feiras. O anúncio foi realizado hoje (06), junto com informações sobre sua exoneração da Prefeitura, seu mandato e denúncias.  

Nildo Cardoso, que foi um dos primeiros convidados a integrar o governo de Rafael Diniz (Cidadania), vem explicar o que pode ter motivado sua exoneração. Além, da falta de investimento do governo no setor da agricultura e como funciona a política no Brasil.

"A preocupação maior está por vir, que é exatamente a partilha dos royalties. Pois, se isso acontecer, como a prefeitura de Campos vai fazer em relação aos funcionários com dois meses e meio sem receber, os DAS, RPAs."

Durante a progamação também foi falado sobre folha de pagamento dos funcionários, estrutura da Unidade Pré-Hospitalar (UPH) São José e sobre a informação divulgada de que o ex-superintendente não trabalhava durante o mandato.

"Não adianta ter uma estrutura boa, se não tem como contratar pessoas. Porque os médicos hoje, a maiora são RPA, porque se for abrir concurso a receita própria do município não tem como pagar. E dinheiro para pagar? Não tem.", afirmou Nildo.

"E está todo mundo contando com o dinheiro para pagar o repasse especial, que é trimestral, que vence agora em novembro.", disse Nildo. 
"Existem valores altos a serem pagos em Campos. A questão da saúde, iluminação pública, contratos com a águas do paraíba, existem folhas de pagamento atrasadas, que estão jogando tudo na conta da participação especial de novembro. Ai eu faço a pergunta novamente, o que acontecerá em dezembro com o 13º pagamento e mais a  folha de pagamento dos estatutários que dá R$ 72 por mês, com mais R$ 72 milhões do 13º que era para ter sido pago 50% no meado do ano, de acordo com a legislação, e 50% no mês de dezembro.",

Através de comentários na Live da página oficial da Rádio Aurora, os interespectadores puderam participar com críticas, denúncias e informações relacionadas aos assuntos debatidos durante a programação. 

Nildo Cardoso também mencionou a denúncia de que 30% funcionários que recebem da prefeitura não trabalham e falou sobre a responsabilidade da casa legislativa com o cidadão.

PRODUÇÃO DE ETANOL

Ainda durante a programação foi falado sobre a produção de etanol através da batata doce, em Campos. Um projeto que visa a geração de empregos na agricultura. 

"P
ara nós produtores, o projeto vai ser muito bom para Campos e região, pois todos terão que usar o etanol, e o da batata será melhorado", disse Sandra, integrante do Assentamento Josué de Castro. 

De acordo com Sandra, atualmente há 360 mil m² de batata, em um ano. Essa batata será usada para multiplicação na Baixada Campista, onde já está sendo montada uma estrutura para recebê-las. 

"O resultado para os produtores é uma expectativa muito boa, porque a gente viu que na parte financeira teremos uma vida melhor, podendo alcançar o que sempre sonhamos e nunca tivemos resultado, porque a gente não tinha apoio.", declarou Sandra. 

O programa pode ser conferido na íntegra através do link:
Clique Aqui!


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp