11/09/2019 às 14h16min - Atualizada em 12/09/2019 às 08h00min

A VOZ DE CAMPOS: Quintanilha e Darcileu Amaral esclarecem confusão com permissionário de van

O permissionário Mario também contou sua versão da história e como aconteceu a abordagem dos fiscais do IMTT na segunda-feira (09)

Redação
Reprodução
Na manhã desta quarta-feira (11) foi ao ar o programa “A Voz de Campos”, sob o comando de Germando Santos, que recebeu em nosso estúdio o presidente do Instituto Municipal de  Trânsito e Transporte (IMTT), Felipe Quintanilha, junto com o secretário de segurança pública, Darcileu Amaral, além do comentarista Wagner Azevedo.

No quadro “O que está acontecendo na cidade”, foi tratado o caso do agente da Secretaria Municipal de Segurança Pública e o permissionário supostamente ameaçado em Ururaí na última segunda-feira (09). Além de esclarecimentos de questões do novo sistema de transporte público da cidade, sendo ressaltada a importância e os desafios da implantação, e assim respondendo aos ouvintes que participaram ao vivo por telefone e interespectadores pela TV Live.

Durante o programa, também foi comentado sobre o vídeo que circulou nas mídias sociais, em que supostamente apareceria o agente da Secretaria Municipal de Segurança Pública armado e apontando ameaçando o permissionário, mas não havendo este momento em nenhum vídeo.

A redação do Jornal Aurora entrou em contato com Mario, permissionário envolvido na confusão para saber a versão dele na história. Confira:

“Eu estou com as minhas prestações do carro que já não sei mais o que fazer. Eu já não tenho mais condições psicológicas, eu preciso de uma resposta. Porque não tem cabimento ir ao Shopping Estrada levando dois passageiros e voltar vazio. Não foi isso que Felipe Quintanilha combinou e acertou com a gente.

Eu falei que iria até o Centro. Foi uma forma de me manifestar. Fui com a van com 15 passageiros, voltei com gente também. E fiz o percurso novamente até a área Central. Pela terceira vez quando eu chego ao Shopping Estrada, a caminhonete estava lá, a fiscal do IMTT estava no telefone, e não me abordaram em nenhum momento. Quando eu chego na Tapera, a caminhonete para do meu lado, pedindo para que eu parasse o carro e que o carro estava detido. Eu falei que eu não seria detido naquele momento, mas poderiam notificar o veículo. Eu não iria fugir deles, a única coisa que eu precisava era deixar os passageiros em Ururaí.

Mas, eu já sei como eles atuam de forma truculenta, e muitos deles não têm educação. Quando cheguei em Ururaí vieram dois fiscais da ordem pública. Um agarrou na minha camisa, no meu pescoço para me tirar do carro a força, e o outro queria abrir a porta de qualquer maneira.  Foi onde eu manobrei o carro, para sair da direção deles. Eu entrei no bairro e eles entraram com tudo na contramão. Quando eles chegam à praça de Ururaí, desceu esse policial reformado com a pistola em mãos apontando para mim, foi onde eu parei. Tentaram me algemar, a fiscal pegou a chave do carro e colocou no bolso dela. Eles agem de má fé.”

Em nota, a Superintendência de Comunicação respondeu: “A Prefeitura Municipal de Campos, através do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) e da Secretaria Municipal de Segurança Pública, não compactua com qualquer tipo de ilegalidade e condena atitudes violentas. A secretaria atua em conjunto com os fiscais do IMTT para preservar a integridade dos usuários do transporte. Sobre a denúncia de ameaça, o órgão está apurando, mas, até o momento, não há queixa formalizada. De qualquer forma, caso comprovado, serão tomadas as medidas cabíveis em relação ao agente. Já o permissionário foi notificado por descumprimento da sua ordem de serviço e, consequentemente do contrato de permissão. Em caso de reincidência, ele poderá ter a Ordem de Serviço suspensa e será instaurado procedimento para eventual cassação da permissão concedida.”

Para denúncias à Secretaria de Segurança Pública, basta ligar para (22) 98175-0779. Para assistir o programa na íntegra, basta acessar nossas plataformas digitais. Clique aqui!


 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp