26/02/2022 às 11h12min - Atualizada em 26/02/2022 às 11h12min

Campos: Operários trabalham no feriado de Carnaval para acelerar obra no HGG

- Redação
Iniciada em dezembro do ano passado, a obra de reforma e ampliação do novo Hospital Geral de Guarus (HGG) segue avançando. Para acelerar ainda mais os trabalhos e concluir a primeira etapa da reforma no mês de maio, antes do prazo estabelecido no cronograma, os operários não terão folga nos dias de Carnaval.
 
“Vamos trabalhar todos os dias do feriado”, disse o mestre de obras, Silvio de Paiva Gonçalves. Atualmente, segundo ele, 70 operários trabalham no local, de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h, além de sábado e domingo, das 7h às 16h.
 
Silvio disse, ainda, que a primeira etapa da obra, que inclui a construção do novo pronto socorro, já está com 60% da estrutura concluída. “A primeira etapa está entrando na fase final de acabamento. Estamos iniciando agora a reforma do telhado de todo o hospital, que é de extrema importância devido aos alagamentos em dias de chuva”, disse.
 
Ontem, sexta-feira (25), foi içada a estrutura metálica que dará origem à cobertura do telhado. “A peça, que é de ferro, pesa mais de 2 toneladas. Consideramos um dia simbolicamente histórico, já que, após o hospital receber o novo telhado, os problemas de infiltração e alagamentos vão acabar”, disse o superintendente do HGG, Vitor Mussi.
 
As obras foram divididas em duas etapas e contam com um investimento total de R$ 40 milhões por parte da Prefeitura e do Governo do Estado. Somente na primeira etapa estão sendo investidos R$ 16,239 milhões. A previsão é a de que o novo HGG fique pronto em 2 anos.
 
O secretário municipal de Saúde, Paulo Hirano, ressaltou a importância do hospital. “O HGG é uma unidade extremamente importante não só pela local em que ele se encontra, mas por prestar assistência a toda região. Com essa ampliação, vamos oferecer um atendimento de melhor qualidade, por conta dos novos serviços que serão implantados e da estrutura física”, disse.
 
Na opinião do superintendente do HGG, Vitor Mussi, a reforma do hospital será o maior marco da nova gestão. Ele disse que, além do novo pronto socorro, que ganhará mais leitos, inclusive, para repouso, haverá ampliação do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) e melhoria das instalações.
 
"Vamos dobrar o número de leitos do CTI, de 10 para 20, transformar dois auditórios em enfermarias, criando 28 leitos que não existiam, e redirecionar o Centro Cirúrgico, que hoje tem apenas duas salas funcionando e ganhará mais duas", disse ele, destacando que os pacientes terão conforto e um atendimento bem mais humanizado.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp