25/02/2022 às 14h57min - Atualizada em 25/02/2022 às 14h57min

​Campos abre cadastro para Programa de Fortalecimento do Artesanato Fluminense

Ação da UERJ irá informar quantos são os artesãos e artesãs do município, onde estão e o que fazem, além de possibilitar capacitação em empreendedorismo e marketing para os selecionados

Jornal Aurora - Redação
PMCG
Foto: Reprodução
Está aberto o cadastro para o Programa de Fortalecimento do Artesanato Fluminense (PFAF), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), em parceria com a Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Sececrj), para todos os artesãos de Campos. A partir dele será feita seleção, pela UERJ, que oferecerá capacitação a um quantitativo significativo desses profissionais, nas áreas de empreendedorismo e marketing.

Esta ação ocorrerá em 46 municípios do Estado do Rio, sendo Campos o maior deles, através do apoio da Prefeitura, por meio da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL). O cadastro do artesão interessado em participar acontece através do link (AQUI), até o dia 27 de março. Quem tiver dúvidas para a realização do cadastro, pode agendar atendimento presencial a ser realizado no Teatro Trianon, pelo telefone (22) 98179-4422, de segunda à sexta-feira, das 9h às 17h.

“Estamos muito satisfeitos com a oportunidade de participarmos dessa importante iniciativa da UERJ e da Sececrj, através da qual alguns artesãos de Campos terão a oportunidade de ampliar seus conhecimentos, participando de uma grade de atividades bastante dinâmica e produtiva para o crescimento do trabalho desses fazedores e fazedoras de cultura”, comenta a presidente da FCJOL, Auxiliadora Freitas.

Segundo a coordenadora executiva do projeto na UERJ, Aline Mendes, a primeira fase será o reconhecimento dos artesãos. “Em seguida, ofereceremos um curso e, posteriormente, alguns participantes receberão barracas para trabalhar idealizadas pelo Curso de Design da Uerj. Uma feira de artesanato também faz parte do projeto, previsto para terminar no mês de dezembro”, explica, destacando que informações sobre o programa estão disponíveis no Instagram @pfaf_uerj.

Para o coordenador de Extensão da UERJ, responsável pelo projeto, Walber Gevu, fortalecer o trabalho do artesão do interior, é fundamental. “A UERJ, enquanto Instituição de Ensino Pública, tem o compromisso de levar formação a todo o território fluminense, aproximando, assim, Universidade e Comunidade. O objetivo deste Projeto é bem claro: conhecer cada um dos artesãos e artesãs do nosso estado e, a partir de suas diversas realidades, transformá-las”, pontua.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp