18/11/2021 às 00h04min - Atualizada em 18/11/2021 às 00h04min

Campos: UBS de São Martinho é reaberta após quase dois anos fechada

- Redação
O prefeito Wladimir Garotinho reabriu, na noite desta quarta-feira (17), a Unidade Básica de Saúde (UBS) de São Martinho, na Baixada Campista. O espaço foi totalmente reformado para melhor atender os moradores da localidade, distante 34km do Centro de Campos, e se adequar ao padrão das novas UBSs do município. 

Fechada há quase 2 anos, a reforma da unidade foi realizada pela parceria público-privada, por meio do Programa Amigo da Cidade, criado pela atual gestão, sob força de decreto municipal, para que empresas privadas ajudem nas demandas do governo.

A nova estrutura conta com dois consultórios para atendimento nas áreas de clínica médica, pediatra e ginecologia, além de consultório odontológico, farmácia e sala de vacinas. 
 
O prefeito Wladimir Garotinho disse que Campos vive hoje outra realidade, com várias frentes de trabalho em áreas importantes, como a Saúde. Na oportunidade, ele falou do lançamento do "Mutirão da Saúde", na sexta-feira (19), às 9h, no Teatro Trianon, e da reforma e ampliação do Hospital Geral de Guarus (HGG) que, segundo o prefeito, será o símbolo da reconstrução do município. O início das obras do HGG está dependendo da agenda do governador do Rio, Cláudio Castro, que ainda não definiu uma data para vir a Campos. A reforma será custeada pelo Governo do Estado, a pedido da Prefeitura.   

"Quando reabrimos uma UBS levamos a assistência para perto das pessoas, evitando, assim, a superlotação dos hospitais. Não sou um prefeito covarde como o da gestão passada, que fechou praticamente todos os postos de saúde do interior e passou quatro anos dando desculpas", afirmou o prefeito, que aproveitou a solenidade de reinauguração para homenagear o ex-administrador da UBS de São Martinho, Paulo Marques, que faleceu há 11 meses, vítima da Covid-19. 

"Essa unidade terá seu nome. Vou, inclusive, pedir que seja feita uma placa com o nome dele para colocarmos na fachada", contou o prefeito. Foi de autoria do vereador Tiago Rangel o projeto de lei que dará o nome de Paulo Marques à UBS. Tiago Rangel representou a Câmara de Vereadores na solenidade.

Presente à cerimônia, Lúcia Helena Abreu, esposa de Paulo Marques, disse que o marido começou a trabalhar na Prefeitura no primeiro governo do ex-prefeito de Campos, Anthony Garotinho. "Na época, ele tinha apenas 18 anos de idade e por 22 ficou à frente do posto de saúde e de uma escola, que funcionavam no mesmo local, aqui em São Martinho", ressaltou Lúcia Helena.

O secretário municipal de Saúde, Paulo Hirano, afirmou que a credibilidade de Wladimir Garotinho tem levado a sociedade a acreditar em seu governo.  "Ficamos felizes quando damos boas notícias e participamos de atos como esse. O governo tem avançado em todas as áreas e se empenhado em cuidar e acolher à população". 

A encarregada da UBS, enfermeira Tatiane Azeredo, agradeceu ao prefeito a confiança nela depositada. "Pretendo fazer o melhor por nossa comunidade", disse ela, destacando que, além de São Martinho, a unidade vai atender localidades vizinhas, como Retiro, Marcelo, Correnteza e Caboio, totalizando 3 mil moradores, que ficaram sem nenhuma assistência com o fechamento da UBS. 

Um desses moradores foi Genivaldo França de Azevedo, 61 anos. Há um mês, ele sofreu um desmaio e, sem serviço de saúde na localidade, teve que ser socorrido por um amigo para a Unidade Pré-Hospitalar (UPH) São José, no distrito de Goitacazes, a 20km de São Martinho. "Fecharam a UBS e não deixaram sequer uma ambulância", disse.

Juliana Nunes de Souza, 29 anos, nora de Genivaldo, também falou do descaso do governo passado. "Tenho duas filhas, uma de 6 anos e outra de 2 anos.  A de dois é especial e para levá-la ao pediatra ou neurologista estou pagando consulta. Fecham um posto de saúde sem se importar com as pessoas. Não pensam que nem todo mundo tem condições de pagar pelo transporte ou por uma consulta particular". 

Participaram da reinauguração, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Adelsir Barreto, subsecretário de Saúde, Marcos Gonçalves, secretário municipal da Casa Civil, Suledil Bernardino, secretário municipal de Governo, Juninho Virgílio, entre outras autoridades.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp