10/11/2021 às 13h21min - Atualizada em 10/11/2021 às 13h21min

HFM vai ganhar Centro de Atendimento Especializado de Queimaduras nesta sexta-feira

Jornal Aurora - Redação
ASCOM
Foto: Júlio Tinoco
O prefeito Wladimir Garotinho entrega nesta sexta-feira (12), às 14h, no Hospital Ferreira Machado (HFM), mais um importante serviço na área de saúde, o Centro de Atendimento Especializado de Queimaduras (CAEQ), espaço que receberá o nome do médico Lenício de Almeida Cordeiro. O Centro irá garantir que todos os pacientes queimados sigam sendo acompanhados por uma equipe multidisciplinar após a alta hospitalar. O projeto, considerado inovador, vai gerar mais segurança para quem precisa dar sequência ao tratamento, mesmo depois da saída do hospital.

Para o superintendente do HFM e vice-presidente da Fundação Municipal de Saúde, Arthur Borges, trata-se de mais um serviço que impactará em grande benefício para a população. “O HFM sempre foi referência no tratamento de pacientes vítimas de queimaduras na fase aguda e, agora, se prepara para atender às fases subaguda e crônica, onde até esse momento não havia uma referência pública na cidade onde fossem acompanhadas as lesões e realizados procedimentos visando o retorno desse usuário para uma vida plena”, comemorou.

De acordo com o coordenador do CAEQ, o médico cirurgião plástico Tércio Abreu da Fonseca, o HFM atende a todos os pacientes vítimas de queimadura da região, inclusive, os mais graves. “Recebemos pacientes com queimaduras de segundo e terceiro graus, que são internados aos cuidados de uma equipe multidisciplinar, onde tem o acompanhamento de médicos cirurgiões plásticos, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos, psiquiatras, nutrição, enfermeiras e comissão de pele. Após a alta, normalmente são encaminhados para acompanhamento ambulatorial na rede pública, de acordo com a necessidade de cada paciente. Agora, com o Centro de Atendimento Especializado de Queimaduras, passam a ter todo o serviço centralizado aqui no Hospital Ferreira Machado”, explicou.

Ainda segundo Tércio, “a queimadura se divide em duas fases: a imediata e a tardia. Na fase imediata, o paciente recebe o tratamento inicial, onde é internado ou não, de acordo com a gravidade da extensão da superfície queimada, com a profundidade da área queimada e com os agentes causados. Passando por essa fase crítica, onde tem grande risco de morbidade e mortalidade, os pacientes passam por uma segunda fase da queimadura, a tardia. Nessa, é muito frequente sequelas da queimadura, tais como contraturas das cicatrizes, quelóides, cicatrizes hipertrófias, cicatrizes escuras e bridas. Esses pacientes passarão ser acompanhados pelo CAEQ”, complementou. 

CAEQ PRONTO PARA ATENDER

O diretor administrativo, Gilberto Nunes, esclarece que as o espaço no 1º andar foi readequado e totalmente reformado para abrigar o Centro de Atendimento Especializado de Queimaduras. “Estamos seguindo com as melhorias de infraestrutura e adequação em todo hospital, para que seja possível ampliarmos novos serviços. Para isso, continuamos atuando com nossa equipe de manutenção. Esse avanço só está sendo possível, graças ao fornecimento de material pelo governo e o apoio da iniciativa privada, através de empresários que se solidarizam com o papel importante que o HFM tem junto à sociedade”, reforçou.

SIGA-NOS NO INSTAGRAM: @redeauroraplay

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp