09/05/2019 às 17h12min - Atualizada em 09/05/2019 às 17h12min

Polícia apreende sítio de R$ 800 mil e animais de suspeito de comandar milícia na Baixada Fluminense

Cada um dos 12 cavalos Mangalarga apreendidos custa R$ 20 mil

G1
Divulgação
O Departamento de Investigação de Lavagem de Dinheiro e Combate à Corrupção da polícia do RJ cumpriu nesta quinta-feira (09) um mandado de sequestro de bens de um sítio em Nova Iguaçu que pertence a um suspeito de ser um dos maiores nomes da milícia na Baixada Fluminense. O local está avaliado em pelo menos R$ 800 mil.

A justiça expediu o mandado de busca, apreensão e sequestro de bens na última terça-feira (07). Segundo a Polícia Civil, o sítio pertence a Danilo Dias Lima, o “Tandera”. Segundo as investgiações, Danilo é um nome forte da milícia da Zona Oeste e que domina as ações do grupo criminoso em Nova Iguaçu e Seropédica.

O proprietário oficial, no entanto, ainda segundo a polícia, seria Fábio de Souza Lima, apontado pelos investigadores como um dos maiores “laranjas” de Danilo. Ele adquire imóveis e outros investimentos de alto valor, lavando o dinheiro do grupo criminoso com bens lícitos.

O “Rancho Taboa”, localizado na rua Prados Verdes, no bairro Santa Cruz, em Nova Iguaçu, tem pelo menos 12 cavalos da raça Mangalarga Marchador avaliados em, no mínimo, R$20 mil cada um.

Outros animais eram criados no sítio, como gansos e ovelhas, e também foram apreendidos. Além dos animais, um caminhão e um carro BMW foram apreendidos.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp