27/08/2021 às 23h14min - Atualizada em 27/08/2021 às 23h14min

Trianon: Conferência Municipal sobre transtorno do Espectro Autista acontece neste sábado

Prefeito Wladimir sancionou a lei Benjamim Elias nesta sexta-feira

Jornal Aurora - Redação
Edmara Andrade
Divulgação
A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Municipal, realiza neste sábado (28), informação a familiares e cuidadores de pessoas com Transtorno do Espectro Autista (TEA), onde acontecerá no Teatro Municipal Trianon – Respectro (I Conferência Municipal em Apoio ao (TEA).

A celebração, que vai contar com a participação de especialistas de Campos dos Goytacazes e outros estados brasileiros, vai iniciar e promover a conscientização sobre o tema que, através da Lei Benjamim Elias, que foi criada pelo vereador Leon Gomes, onde instituiu em Campos o Abril Azul (Mês Municipal da Conscientização do Autismo. A Lei Benjamim Elias, foi sancionada nesta sexta-feira (27), pelo Wladimir.

No calendário oficial da cidade de Campos, passa a ter o Abril Azul, provendo assim, dia 2 de Abril, como o Dia Municipal de Conscientização ao Transtorno do Espectro Autista (TEA). 

Campanhas de conscientização, vão passar a ser realizadas anualmente, durante o mês de abril, com a finalidade de conscientizar, esclarecer, informar e mobilizar a sociedade sobre o TEA. A campanha vai contar com monumentos e edifícios públicos municipais, que poderão ser iluminados com a cor azul, onde será promovido debates, palestras e outros eventos.

A conferência que começa amanhã – Respectro, é de extrema importância, para orientar pais, familiares e os que convivem com pessoas com TEA. Porque na maioria das vezes, quando os pais recebem o diagnóstico, não sabem pode onde começar e nem onde buscar ajuda, para o atendimento para seus filhos. O evento vai informar tudo que precisa saber, desde as terapias funcionais, aos direitos de pessoas com deficiência, dos autistas.

A Respectro, começa às 08h e segue até as 17h. O tema do primeiro painel será “A importância do acolhimento familiar no diagnóstico: entendendo o TEA e sua pluralidade”. Já no segundo painel, especialistas vão explicar na palestra, sobre as “Comorbidades associadas ao TEA e uso de medicamentos”; no terceiro, “Terapia e educação inclusivas alinhadas à neurociência”; no quarto, “Inclusão através dos Esportes: superando limites e vivenciando histórias reais”; o quinto, "Experiências familiares e o protagonismo da criança com TEA”; o sexto, “A importância da vitamina D nas doenças autoimunes e no autismo".

O painel 7 tem como tema a “Seletividade alimentar no TEA"; o 8, "Direito dos autistas"; e o 9, "O eu autista: vivendo dentro do espectro".  O público alvo da conferência são pais ou responsáveis, cuidadores, professores, educadores de pessoas com TEA, além de pessoas com deficiência que queiram saber mais sobre terapias e direitos.






 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp