16/08/2021 às 08h33min - Atualizada em 16/08/2021 às 08h33min

Grávida é agredida por funcionários no Hospital Manoel Carola em São Francisco de Itabapoana

Rafael Khenaifes Abud

Uma gestante foi agredida por alguns funcionários enquanto procurava atendimento médico no Hospital Manoel Carola em São Francisco de Itabapoana. Os vídeos viralizaram nas redes sociais neste final de semana.

 

No vídeo é possível notar o momento da agressão. Segundo testemunhas, a grávida foi na unidade hospitalar junto ao seu companheiro devido ao rompimento da bolsa, porém não houve o atendimento médico necessário. Revoltado o seu marido questionou os funcionários, dando início a confusão e ao perceber que a sua companheira estava no corredor do hospital sentido dores, o homem desesperado começou a tentar chamar a atenção dos profissionais atuantes na unidade de saúde. Ele gravou todo o imbróglio.

 

Ainda segundo testemunhas, durante a agressão a grávida teria sido atingida por um golpe no rosto causando trauma em um dente, já o companheiro também teria sido alvo de agressões físicas e verbais.

 

O caso foi registrado na Delegacia de São Francisco de Itabapoana.

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA DE SFI:

 

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de São Francisco de Itabapoana (SFI) vem a público informar que no final da noite de sábado (14) tomou conhecimento de um grave e lamentável incidente envolvendo servidores do Hospital Municipal Manoel Carola (HMMC) durante o trabalho de atendimento a uma gestante.

 

Imediatamente promoveu a coleta de informações preliminares e diante da gravidade dos fatos determinou o imediato afastamento dos servidores envolvidos e providenciou o encaminhamento deles à 147ª Delegacia de Polícia (DP/SFI) para a abertura de inquérito policial visando a apuração de eventuais crimes praticados.

 

Nos últimos anos o poder Público Municipal tem se notabilizado pelos investimentos que elevaram consideravelmente a estrutura da Rede Pública de Saúde e a valorização dos profissionais e qualificação do atendimento à população são partes fundamentais desse processo, dessa forma, incidentes como o ocorrido no último sábado são inadmissíveis e, portanto, deverão ser apurados com o rigor necessário por parte da SMS e da autoridade policial.

 

Por fim, a SMS informa que está prestando o acompanhamento à paciente e seus familiares e em respeito ao direito do contraditório e ampla defesa, aguardará a conclusão do inquérito policial para adoção de novas providências.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp