07/02/2020 às 18h44min - Atualizada em 08/02/2020 às 08h00min

Ataques de hackers podem causar apagão na internet na Região Sudeste

Redação
Reprodução
O número de brasileiros que utilizam a internet tem aumento com o passar dos anos. Segundo  pesquisa da TIC Domicílios, em 2018 cerca de 126,9 milhões de pessoas estiveram conectadas. Totalizando cerca de 70% da população brasileira. 

Com isso, aumenta também a preocupação dos usuários quanto aos dados salvos na rede e sobre a funcionalidade e qualidade do serviço prestado. De acordo com o Relatório de Ameaças à Segurança na Internet (ISTR - na sigla em inglês), em 2017 o Brasil foi considerado o sétimo país que mais gerou ciberataques no mundo.

Esse assunto voltou à tona devido aos diversos ataques direcionados de vários países que a Região Sudeste vêm sofrendo há cerca de 40 dias.

O especialista em Gestão de Redes, Felipe Andrade, explicou que a região sudeste é a que possui a maior densidade de provedores de acesso no Brasil, por isso, possui uma grande visibilidade.

“Os ataques são lançados com dois possíveis objetivos: cobrar altos valores para que o hacker interrompa o ataque. Valores estes cobrados em forma de Bitcoin para que não seja possível rastrear o destino. Ou, em outros casos a pedido de algum outro provedor concorrente.”, relatou Felipe.

Está sendo realizado um alto investimento em softwares e ferramentas destinadas a ‘Mitigação’ e monitoramento dos ataques. Estas ferramentas inspecionam o fluxo de dados entre o provedor e a internet, separando o fluxo malicioso do normal. 

Mesmo com alto investimento, ainda não há um órgão responsável pela prevenção e responsabilidades dos ataques. Mas, existem algumas iniciativas comunitárias que não fazem nenhum tipo de regulamentação, apenas agem na conscientização.

Os ataques não visam roubar dados, mas retirar os sites do ar temporariamente, causando prejuízos tanto para os usuários quanto para as empresas, que perdem clientes, além, do alto custo em investimento e equipamentos para solucionar o problema. 

Com toda essa questão, usuários e especialistas acreditam em um possível apagão de internet na Região Sudeste. 

"Este tipo de prática está se tornando cada vez mais um tipo de “comércio” altamente lucrativo para os hackers.", finalizou Felipe.


Estatísticas

O especialista Felipe disponibilizou um gráfico que mostra possíveis atividades de hackers.



Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp