29/08/2019 às 17h34min - Atualizada em 29/08/2019 às 17h34min

CCZ intensifica mutirões a partir do resultado do 3º LIRAa

Nesta quinta-feira (29), os mutirões foram realizadas nos bairros Turf Club, Parque Esplanada, Campo Limpo e Ponto da Lama

Supcom
Supcom
Após a divulgação do resultado do terceiro Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti — LIRAa de 2019, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) voltou nesta semana com os mutirões nos bairros e localidades. O índice médio de infestação do LIRAa caiu para 2,8 considerado pelo Ministério da Saúde de médio risco. Em maio, a amostragem apontou 4,4%, alto risco.

A maior parte dos focos do mosquito foi encontrada no interior das residências habitadas e em quintais. A população deve continuar alerta para o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.  

"Conseguimos reduzir o índice geral, porém temos que continuar atentos ao combate ao mosquito. É muito importante que a população atenda os agentes que vão percorrer vários bairros durante as próximas semanas e também reservar 10 minutos, por semana, para verificar seus quintais e estarem eliminando possíveis focos", alertou o coordenador Programa Municipal de Controle da Dengue, Claudemir Barcelos.

Os mutirões tiveram início na última segunda-feira (26) e se estenderão até o dia 29 de setembro e têm como objetivo eliminar os focos de Aedes aegypti, onde o último levantamento apontou altos índices.

Nesta quinta-feira (29), os mutirões foram realizados nos bairros Turf-Club, Parque Esplanada, Campo Limpo e Ponta da Lama.

Durante o mês de junho, foram realizadas ao todo 15 ações com 14.858 imóveis visitados e 80 focos eliminados. Já no mês julho foram 10 mutirões, com 12.083 imóveis visitados e 237 focos eliminados. Os mutirões são simultâneos aos trabalhos diários dos agentes de combate a endemias. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp