19/08/2019 às 10h34min - Atualizada em 19/08/2019 às 10h34min

“Doenças crônicas e as dificuldades de quem não tem assistência” é tema no programa “A Voz de Campos”

Filho de idoso que aguarda cirurgia é recebido no programa para falar sobre essas dificuldades

Redação
Jornal Aurora
O aumento da prevalência das condições crônicas é o principal fator que atualmente pressiona os sistemas de saúde em todo mundo. Se 100 anos atrás as causas de morte eram principalmente as doenças infecciosas e parasitárias, hoje a maior carga de morbidade e mortalidade pertence às doenças crônicas não transmissíveis.

Por isso, o programa "A Voz de Campos" desta segunda-feira (19) com a apresentação de Germando Santos, abordou o tema “Doenças crônicas e as dificuldades de que não tem assistência”, recebendo no estúdio o comentarista Wagner Azevedo, o Dr. Paulo Marcelo, e Marcelo Abreu Leite que tem seu pai com Alzheimer.

As mais relevantes são as doenças cardiocirculatórias, o câncer, o diabetes, as doenças crônicas pulmonares e neuropsiquiátricas. Os fatores de risco mais relevantes para essas doenças são: tabagismo, consumo abusivo de álcool, excesso de peso, níveis elevados de colesterol, baixo consumo de frutas e verduras e sedentarismo.

No Brasil, 31% dos brasileiros adultos afirma ter pelo menos uma doença crônica. Essa proporção aumenta conforme a faixa etária, chegando a 79% dos idosos com mais de 65 anos.

Proporcional a todo esse crescimento, a falta de assistência do poder público para com essas pessoas é algo grave e que precisa ser debatido. “Se existe o encaminhamento médico, é porque existe a necessidade do procedimento médico”, disse o Marcelo Abreu Leite ao falar sobre a situação do seu pai que vem aguardando uma cirurgia de GTT, gastrostomia, há mais de três meses.

Durante o programa a participação dos ouvistes foi fundamental para expor os diversos tipos de situações que outras pessoas estão enfrentando como pacientes. Para assistir o programa completo, basta acessar o link: Clique aqui!

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp