07/08/2019 às 15h18min - Atualizada em 07/08/2019 às 15h18min

Médicos da rede municipal entram em greve e realizam ato público em Campos

Apenas casos de emergência serão atendidos nas unidades do município

Redação
Letícia Antunes
Médicos da rede municipal de saúde de Campos entraram em greve nesta quarta-feira (07). Os profissionais se reuniram em frente ao Hospital Ferreira Machado (HFM), nesta manhã em um ato público, com cartazes e faixas reivindicando melhorias para a categoria.

Segundo o Sindicato dos Médicos de Campos (Simec), as consultas ambulatoriais agendadas estão suspensas e apenas casos de emergência serão atendidos nas unidades do município.

Entre as reivindicações dos profissionais, estão: o adiamento do pagamento de gratificação especial para os médicos, a falta de medicametos, equipamentos e estrutura nas unidades para a realização do trabalho no dia-a-dia.

Por meio de nota a Prefeitura informou:

Através de recursos próprios e emendas parlamentares, a Prefeitura de Campos vêm reequipando diversas Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidade Pré- Hospitalares (UPH) e os dois hospitais (Ferreira Machado e Geral de Guarus), além de repassar cerca de R$ 8 milhões por mês aos hospitais contratualizados. Quanto ao ponto dos plantonistas, a Prefeitura estabeleceu uma nova regra que consta na Portaria 23 publicada nas edições do Diário Oficial dos dias 2 e 7 de agosto de 2019. 

A administração municipal não mede esforços para regularizar o quanto antes o pagamento das gratificações. Com relação às consultas marcadas para este período serão remarcadas posteriormente.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp