29/03/2023 às 10h57min - Atualizada em 29/03/2023 às 10h57min

Estado e Município constroem a primeira Clínica Regional de Hemodiálise em Campos

Anúncio foi feito pelo prefeito Wladimir Garotinho durante entrega do projeto que será idealizado anexo ao Hospital Geral de Guarus (HGG)

Jornal Aurora - Redação
PMCG
Prefeito Wladimir Garotinho anunciou mais uma parceria com o Governo do Estado: a construção da Clínica Regional de Hemodiálise Amigos do Rim, que receberá o nome de Francisco Paes Filho, pai do vice-prefeito Frederico Paes, que foi vereador por 12 anos, chegando a presidir o Legislativo Municipal, e era paciente renal crônico. O projeto foi entregue ao vice-governador Thiago Pampolha e ao secretário de Estado de Saúde, Dr. Luizinho, na manhã dessa terça-feira (28), em evento na Praça São Salvador, durante as comemorações dos 188 anos de elevação de Vila à cidade.

O vice-prefeito recebeu com muita emoção a notícia de que seu pai dará nome à Clínica Regional de Hemodiálise Amigos do Rim, que será construída anexo ao Hospital Geral de Guarus (HGG). 

“Papai faleceu em 1998 e era renal crônico, um sofrimento para ele e para a família. Logo no início do governo, o pessoal da Associação Amigos do Rim, que nem sabia que meu pai era renal crônico, me pediu para ajudá-los. Tem pessoas que sai daqui 4 horas da manhã para fazer hemodiálise em Itaperuna, pessoas internadas no HGG e, sinceramente, a cidade de Campos não podia passar por isso. Então, de alma sincera, muito mais importante que ter nome do meu pai, é saber que vamos poder atender essas pessoas, melhorar a qualidade de vida desses pacientes. Isso enche meu coração de alegria”, disse Frederico Paes. Francisco Paes Filho faleceu aos 77 anos.

Na ocasião, Wladimir Garotinho também disse que já tem a autorização da Associação Amigos do Rim para usar o nome da entidade no projeto. “Há 20 dias Dr. Luizinho esteve aqui e, em nome do Governo do Estado, anunciou que vai financiar a Clínica de Hemodiálise de nossa cidade e que dependia apenas que a Prefeitura apresentasse o projeto. Pois bem, o projeto está pronto e vai ser anexo ao HGG, pois é lá dentro que pessoas dormem, moram, pois não podem ir para casa porque não tem vaga para iniciar tratamento de hemodiálise”, relatou.

Como resposta, Dr. Luizinho já liberou que o projeto seja encaminhado para licitação. “O Norte Fluminense tem, atualmente, 120 pessoas aguardando para entrar em Terapia Renal Substitutiva (TRS) e essa unidade aqui irá mudar a vida desses pacientes”, frisou Dr. Luizinho, reafirmando que o município será polo transplantador do rim de todo o Norte Fluminense, para retirar as pessoas de dentro das clínicas a partir da oferta de um transplante renal.

OUTRA HOMENAGEM – A Clínica Regional de Hemodiálise foi anunciada durante o lançamento do projeto “SOS Coração: Nossa missão é cuidar das pessoas”, em 28 de fevereiro. Até o momento, 12 vidas já foram salvas graças às intervenções feitas em pacientes acometidos por Infarto Agudo do Miocárdio (IAM), como é o caso de José Ronaldo Rodrigues Fernandes, de 51 anos, que ao lado da Elizabeth Soares da Rocha, cunhada do paciente Elimar Nogueira Vieira, 54 anos, entregaram placas de agradecimento para Wladimir, Dr. Luizinho e Thiago Pampolha. O SOS Coração também é desenvolvido em parceria com o Estado.

“Sou prova de que o SOS Coração salva a vida. Se não fosse esse projeto, eu não estaria aqui”, disse Ronaldo, que sentiu uma dor no peito e atendido no Hospital Ferreira Machado (HFM), posteriormente encaminhado para a Santa Casa de Misericórdia onde passou pelas intervenções miocárdicas.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp