18/08/2022 às 15h34min - Atualizada em 18/08/2022 às 15h34min

Agricultura colhe frutos doados por produtora rural para crianças e idosos

Fazenda Boa Vista, em Morro do Coco, doou abacaxis entregues terça-feira na Fundação da Infância e Juventude e no Asilo do Carmo, para assistidos das instituições

Jornal Aurora - Redação
PMCG
Equipe da secretaria municipal de Agricultura, Pecuária e Pesca (Semap) desenvolveu uma ação diferente essa semana, em Boa Vista Italiana, localidade do distrito de Morro do Coco. Os profissionais, que normalmente atuam com assistência técnica a produtores rurais, passaram a tarde colhendo abacaxis.

Os frutos, um excedente da produção agrícola da Fazenda Boa Vista, foram doados pela produtora Vanúzia Martins Guimarães aos idosos do Asilo do Carmo e às crianças e adolescentes das casas de acolhimento da Fundação Municipal da Infância e da Juventude (FMIJ). A entrega aconteceu na terça-feira (16).

“Em uma das visitas técnicas, a proprietária contou que iria preparar o solo, hoje ocupado pela lavoura de abacaxizeiro para o plantio de aipim. Essa rotação de culturas é interessante para a melhoria das propriedades físicas e químicas do solo, além de contribuir para a interrupção do ciclo de pragas e doenças. Ademais, se a produtora, Vanúzia, resolvesse incorporar os restos culturais do abacaxizeiro no solo, isso serviria como fonte de nutrientes para a nova cultura. Entretanto, a produtora disse que gostaria de doar esse excedente da produção. Sendo assim, a equipe da Semap se prontificou a colher os frutos para as doações, sendo transportados no caminhão do Alimenta Brasil”, relatou o chefe de gabinete da secretaria de Agricultura, Paulo César dos Santos.

A equipe da Agricultura ainda contou com a ajuda da agricultora familiar, da sua filha, Sara, e o concunhado, Rodrigo Carlos Rangel. Na propriedade rural, a família cultiva, além do abacaxizeiro pérola, mandioca e cana-de-açúcar. "Quem não gosta de um suco de abacaxi, de comer um abacaxi docinho? É bom ver que o governo está dando atenção aos agricultores, que tem uma vida dura, mas que tem a felicidade de produzir alimento para as pessoas", disse Vanúzia.

Com a assistência técnica que o produtor Rodrigo Rangel tem recebido, o investimento que ele fez no abacaxizeiro tem sido potencializado, produzindo frutos de mais de dois quilos e, também, novas mudas sadias.

"O produtor rural precisa de apoio, sofre muito, tem uma rotina muito puxada, os insumos são muito caros. Digo para o meu filho que a gente envelhece cedo com esse trabalho, que ele tem estudo, mas ele não quer outra coisa, quer plantar, trabalhar na terra. É que, apesar de toda dificuldade, o resultado do nosso trabalho é muito gratificante, porque, se uma pessoa almoça e janta, primeiro deve agradecer a Deus e, depois, a um agricultor", concluiu o também proprietário da Fazenda Boa Vista, onde todos estão envolvidos com a agricultura familiar.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp