18/07/2022 às 08h54min - Atualizada em 18/07/2022 às 08h54min

Canil Municipal de Campos será inaugurado e novo programa lançado nesta segunda-feira

Inauguração do novo espaço ocorrerá nesta segunda-feira, quando será lançado o projeto “Adoção Compartilhada”, pioneiro na região

Jornal Aurora - Redação
PMCG
Para proporcionar o bem-estar dos cães e gatos que ocupam o espaço reservado a eles, a Prefeitura, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) inaugura nesta segunda-feira (18), às 16h, as obras de reforma do Canil Municipal. Na ocasião, segundo o diretor do CCZ, Carlos Morales, será lançado o projeto “Adoção Compartilhada”, pioneiro na região.

A sede administrativa do órgão também passou por reforma, com pintura, troca de piso e das divisórias. Morales afirmou que em mais de 15 anos de existência, no caso do canil, é a primeira vez que passa por uma reforma geral, incluindo higienização. 

“Quando o governo Wladimir Garotinho assumiu a Prefeitura, encontramos o canil em condições precárias, grades enferrujadas e mato com dois metros de altura”, explicou ele, ressaltando que o espaço serve de abrigo para animais de rua, vítimas de abandono e maus-tratos.

O canal abriga atualmente 30 animais, entre cães e gatos. Pelo menos 20 deles estão aptos para adoção, de acordo com Morales. “Assim que são resgatados, os animais passam pela avaliação de um veterinário para identificação de alguma doença infecciosa”, explicou ele, destacando que todos são castrados, vacinados e vermifugados.

NOVIDADE

Em relação ao projeto “Adoção Compartilhada”, Morales disse que toda sexta-feira, das 10h às 15h, o canil ficará aberto para visitação das pessoas que queiram adotar um pet. “Após assinar um documento se responsabilizando pela integridade física do animal, o interessado, que precisa ter mais de 18 anos, poderá levá-lo para casa para passar o final de semana”, explicou o diretor do CCZ.

Se a pessoa decidir pela adoção, ela deverá voltar ao órgão na segunda-feira para assinar o termo de responsabilidade e apresentar um comprovante de residência, documento de identificação com foto e telefone de contato. Caso desista da adoção, o animal precisa ser devolvido ao CCZ também na segunda-feira. O projeto será colocado em prática a partir do dia 29 de julho.

PONTO FIXO

Morales lembrou que, desde a reabertura pela Prefeitura, em 24 de outubro do ano passado, o Jardim São Benedito passou a ser ponto fixo para a realização da vacinação antirrábica e da feira de adoção de cães e gatos aos finais de semana, das 9h às 17h.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp