12/07/2022 às 14h52min - Atualizada em 12/07/2022 às 14h52min

Obras da creche escola do Santa Clara, em Campos, vistoriadas nesta terça-feira

- Redação
O prefeito Wladimir, acompanhado do secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, visitou, nesta terça-feira (12), a Creche Escola Francisco Alves Dias, no Parque Santa Clara, uma das 27 unidades escolares do município que está com obras de reforma em execução. Na noite de segunda (11), foram inauguradas as reformas da Escola Municipal Ary Batista Rangel e da Creche Escola Álvaro Ribeiro das Neves, no Parque Nova Canaã.

Mães de alunos cumprimentaram o prefeito, que explicou que reformas e manutenções fazem parte do plano de recuperação da estrutura física das unidades escolares, para o desenvolvimento de programas e projetos que irão reestruturar a Educação de Campos. 

"Hoje estou fazendo várias visitas de obras que estão acontecendo pela cidade e, agora, estou aqui, na creche do Parque Santa Clara. A creche estava sem condições de atender com dignidade as nossas crianças, mas a obra está a todo vapor e, muito em breve, vamos estar entregando mais esse equipamento público para nossa população e melhorando também as condições para avançar com a aprendizagem, defasada com os dois anos de pandemia da Covid-19. Seguimos no resgate da nossa educação", declarou Wladimir.

A diretora Fernanda Cristina do Nascimento contou que a creche estava deteriorada e sofreu arrombamentos quando as aulas foram paralisadas na pandemia. "A situação aqui era crítica. A creche foi arrombada e tivemos vários furtos de material das instalações elétricas, de ventiladores, alguns equipamentos da cozinha. Aí, a Secretaria de Educação informou que estava tudo comprado, fez a parte elétrica e, com o apoio da comunidade, retomamos as aulas. Hoje a expectativa é grande, a creche está ficando linda, já recebeu vários materiais pedagógicos e, como o prefeito disse, não demora ele e o secretário vão estar aqui, inaugurando nossa unidade".

Pequeno Jornaleiro - Pela manhã, o secretário de Educação, acompanhado da chefe de Gabinete, Mônica Maia, e da assessora Técnica da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), Cátia Mello, vistoriou os trabalhos que estão sendo realizados na Escola Pequeno Jornaleiro, no Centro. Marcelo Feres assistiu parte da banda ensaiando para o desfile de 7 de Setembro. A diretora da escola, que tem 427 alunos da Educação Infantil (Pré II) ao EJA (Educação de Jovens e Adultos), Marília Almeida Miranda, mostrou o novo refeitório, sala de diretores e os melhoramentos estruturais que estão sendo feitos. 

"A gente estava com uma infiltração horrível nessa escola, tivemos, inclusive, de improvisar um refeitório, que chegou a ser interditado, com risco de desabar. Por toda escola, eram telhas quebradas e infiltração por toda a laje. Com essa reforma, que acabei de mostrar para mostrar para o secretário, esse problema já não existe. E sem contar com as outras coisas que estão sendo feitas, como nosso auditório, onde vamos ter uma biblioteca, banheiros adaptados. A escola estava precisando de uma reforma total mesmo, principalmente porque temos muitos alunos especiais. É uma escola tradicional que merecia essa atenção, e está tudo focando perfeito. Os alunos estão satisfeitos", disse a diretora. 

A atenção que Marília destacou não se restringe à estrutura da unidade escolar. O secretário conversou com professores, pedagogos e familiares de aluno. Marcelo contou dos projetos pedagógicos, de laboratórios que serão imantadas e do planejamento de ações em torna da alfabetização na idade, da inserção da ciência e da tecnologia na aprendizagem e tirou dúvidas dos presentes sobre diferentes temas. 

"Neste primeiro semestre o foco foi manutenção, obra, merenda, materiais pedagógicos e esportivos, cuidar de tudo que assegure a estrutura para o ambiente de aprendizagem que nossos profissionais da educação necessitam para desenvolver um trabalho de qualidade com os alunos. Ainda estamos trabalhando essa reestruturação, mas, o foco será no pedagógico, na discussão sobre alfabetização na idade certa, na reconstrução da aprendizagem que dependerá da participação de todos os atores e agentes da educação, no novo modelo do ensino em Campos, que já está fazendo diferença", explicou o secretário Marcelo Feres.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp