05/04/2020 às 09h50min - Atualizada em 05/04/2020 às 09h50min

O cenário é bastante nebuloso para a economia fluminense nos próximos cinco anos

Alcimar das Chagas Ribeiro
Segundo a análise realizada no boletim de fevereiro, as expectativas econômicas para o estado do Rio de Janeiro já não eram nada favoráveis para o ano de 2020. A indústria de transformação já apresentava uma queda de 3,6% em 2019 e os resultados positivos vinham da indústria extrativa, onde o petróleo tem um papel fundamental.
 
Só para se ter uma ideia da dimensão da commodity, do total da produção nacional, a parcela de 75,26% ocorreu no território do estado do Rio de Janeiro, no ano passado. A exportação de petróleo, produtos petrolíferos e materiais relacionados, atingiu o patamar de 13,44% no total exportado pelo país em 2019 e, finalmente, um dado importante é que o estado apresentou uma participação de 12,68% do total exportado pelo país no mesmo ano.
 
Diante desse quadro, há de considerar ainda a desvalorização presente dos preços do petróleo no mercado internacional. No primeiro trimestre desse ano, a desvalorização atingiu 61,05% no mercado internacional.
 
Assim, os sinais de fraqueza na economia são ainda, fortemente, potencializados por uma problemática global, relacionada a instalação da pandemia do covid-19 e seus terríveis reflexos, tanto na eliminação de vidas, como na paralização dos negócios em todo mundo, em função da extrema necessidade do isolamento social. Algumas estimativas ainda grosseiras indicam que a economia mundial pode ser paralisada em 70% nos próximos meses.
 
Sem possibilidades de se ter números concretos, a paralização parcial dos negócios e a retração efetiva de investimentos, especialmente, na área de petróleo, afetará mortalmente o estado do Rio de janeiro. É possível que a economia do estado, paralelamente a economia do país, enfrente uma forte recessão nos próximos cinco anos.
 
Link
Alcimar das Chagas Ribeiro

Alcimar das Chagas Ribeiro

Economista de São João da Barra

Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp