13/02/2020 às 13h11min - Atualizada em 13/02/2020 às 13h11min

A economia brasileira continua patinando

Comércio varejista registra números ruins

José Alves
Enquanto o ministro da economia Paulo Guedes, representante da CASA GRANDE, mais uma vez, demonstrou a sua arrogância e a falta de respeito em relação ao ser humano. Desta vez, menosprezando a categoria das empregadas domésticas. No momento em que afirmou, em mais um de seu repudiável discurso preconceituoso, “que o dólar cotado a R$1,80 proporcionava até ida das empregadas doméstica a Disneylândia.”
 
Chegaram concomitantemente, os dados, irrefutáveis divulgados pelo IBGE, ontem, a respeito das vendas do comércio varejista deixando, claro, o ritmo lento da economia brasileira, e ainda, a tibieza da política econômica contracionista do ponto de vista fiscal, ora praticada pelo governo Bolsonaro.
 
Apenas, a guisa de ilustração dos números, o comércio varejista perdeu fôlego no ano de 2019 gerando um pequeno crescimento de 1,8%. Este percentual é inferior ao do exercício de 2017 e ao do ano de 2018 quando a expansão do aludido segmento, relevante da economia brasileira, ostentou, respectivamente, os percentuais de 2,1% e de 2,3%.
 
Então, dentro dessa conjuntura, em que os números sobre os indicadores econômicos de desempenho dos diversos segmentos da nossa economia, começam a sair, observa-se, que eles estão vindos, muito aquém do anunciado pela hoste do governo federal. Ou seja, a propaganda da melhora da economia era realmente um fake, no estilo bolsonariano. A economia brasileira continua, sim, patinando. Infelizmente.
 
Link
Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp