05/02/2020 às 13h23min - Atualizada em 05/02/2020 às 13h23min

Produção industrial do Brasil encerrou o ano de 2019 em queda de 1,1%. Cadê os investimentos do mercado minha gente?

Desemprego em 2019 caiu apenas 0,4%

José Alves
Pesquisa do IBGE divulgou ontem a queda da produção industrial do Brasil, no acumulado do ano de 2019 de 1,1% frente ao mesmo período do ano de 2018. Demonstrando com isso, a ineficiência por parte da política econômica adotada pela equipe de Paulo Guedes.
 
Como por exemplo, no aspecto fiscal, já se aprovou a tão desejada pelo mercado, reforma da Previdência Social, com a maioria dos seus encargos recaindo sobre os trabalhadores que recebem o salário mínimo.
 
No que tange agora a política monetária, a taxa de juros SELIC, regulada pelo Banco Central nunca esteve tão baixa.
 
E, no que diz respeito, a reforma trabalhista realizada pelo governo Temer, segundo também os dados do IBGE, não se transformou nos milhões de empregos formais conforme a propaganda da mídia financiada pelos bancos prometeu. Apenas a guisa de exemplo, o que se verificou foi o desemprego médio do ano de 2019 em relação a 2018, recuar, somente 0,4% lastreado, pelos contratos de trabalho intermitentes. A taxa desemprego que era de 12,3% no ano anterior  encerrou em dezembro de 2019 em 11,9%. 
 
Acrescentando, ainda, outro fato grave ao contexto acima, o relativo à chaga da informalidade da força de trabalho ou da economia informal, que atualmente cresce exponencialmente, massacrando a população em idade de produzir. O seu aumento atingiu a 41,1% da população ocupada ou 38, 4 milhões em termos absolutos. E o mais desalentador deste episódio, é que a sua imensa maioria fica sem contribuir para a Previdência Social, adiando por mais tempo o sonho da aposentadoria, e além do mais, agravando o tão propalado déficit previdenciário. 
 
Por fim, importa formular uma pergunta que não quer calar: cadê os investimentos anunciados pelo governo Bolsonaro no ano de 2019, quando a maior parcela dos agentes econômicos depositaram nele, a esperança da retomada do crescimento econômico? Acho que a conjuntura econômica hoje, se apresenta bastante favorável aos investimentos da iniciativa privada. Os juros estão baixos, a inflação está sob controle, à mão de obra é barata ou precarizada, do jeito que o setor produtivo gosta. Então, o que que está faltando para o retorno dos investimentos privados?
Link
Leia Também »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalaurora.com.br/.
Jornal Aurora Publicidade 1200x90
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp